sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Toninho deixa PT


“Tem gente que está do mesmo lado que você,
mas deveria estar do lado de lá.
Tem gente que machuca os outros.
Tem gente que não sabe amar.
Tem gente enganando a gente.
Veja a nossa vida como está.
Mas eu sei que um dia a gente aprende.
Se você quiser alguém em quem confiar, confie em si mesmo.
Quem acredita sempre alcança.
Mas é claro que o sol, vai voltar amanhã”.


Estes versos de Renato Russo deram início a um anúncio inesperado. Nesta quinta-feira (11/12), Toninho – escritor e dirigente político – decretou oficialmente a sua saída do Partido dos Trabalhadores. Segundo ele, diante das circunstâncias atuais não encontrei outra saída a não ser a saída do Partido. Ando as voltas com o PT desde 1999 e ao longo destes anos me entreguei de corpo e alma ao ideal petista. Por conta disso, criei um vínculo e uma identidade tão fortes com este partido político ao ponto de muita gente me enxergar como se eu fosse o PT, e não o Toninho. O meu devotamento sempre tão intenso e profundo à causa partidária também levou alguns ditos companheiros a incorreram no erro de pensar que eu talvez tivesse abdicado da minha condição humana, me transformando numa espécie de ferramenta qualquer de uso partidário. Ledo engano! Tem uma hora que a ficha e a casa caem. Quem luta pela liberdade não pode aceitar a condição de escravo, seja qual for à modalidade de escravidão. Afinal, como alertava o poeta: “gente é outra alegria, diferente das estrelas”. Sou humano, com meus erros e acertos, com minhas dores e alegrias, e nada nem ninguém hão de tirar isto de mim, desabafou.
Toninho não fez nenhuma revelação sobre o seu futuro na política. Disse apenas estar convencido de que existe vida fora do PT e que seu esforço foi e sempre será para que a dignidade humana e o bem do Herval sejam colocados acima dos interesses menores dos indivíduos ou das disputas políticas. Saiu com certeza de que ofereci o meu melhor ao Partido dos Trabalhadores, uma certeza que perde apenas para a certeza de que esta minha decisão não irá abalar em nada as muitas amizades sinceras que construi no interior do Partido, finalizou.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Terminou antes de acabar???


É lamentável e inaceitável que o governo municipal tenha praticamente paralisado as suas funções administrativas depois da derrota eleitoral em 5 de outubro, prejudicando não só os servidores da administração, mas a população que precisa e tem direito aos serviços públicos mais essenciais, como educação, saúde e limpeza urbana. Este episódio que todo mundo vê, foi reconhecido e criticado ontem (09/12) pelo vereador Elio Soares, durante a última Sessão Ordinária do Legislativo Municipal em 2008. Portanto, a acusação não é feita pelos opositores do atual governo, mas pela autoridade política de maior credibilidade do PDT no âmbito municipal e um dos baluartes da democracia em Herval. Quem luta verdadeiramente pelo bem comum, e não apenas pelo próprio bem sabe (ou deveria saber) que tão importante quanto saborear uma vitória é ter humildade e saber aprender com as derrotas. Afinal, a luta, a vida e as eleições continuam!!!

Casa dos Conselhos


Entendo que uma das prioridades do novo governo deve ser o FORTALECIMENTO DA DEMOCRACIA. E aqui vai uma dica para tal: a criação da CASA DOS CONSELHOS. A medida visa oferecer mais visibilidade aos Conselhos legalmente instituídos no município, além de garantir um grau mais elevado de transparência no trato das questões submetidas à deliberação dos mesmos. Os Conselhos temáticos são constituídos por representantes indicados por instituições representativas da sociedade para, entre outras atribuições, decidir a aplicação de recursos oriundos dos governos federal e estadual, assim como indicar ou opinar sobre projetos de investimentos da prefeitura pleiteados junto aos demais entes da Federação. Portanto, a população tem o direito tanto de conhecer as regras de funcionamento dos Conselhos, quanto de acompanhar as suas discussões e decisões. Para tanto, é indispensável que a administração disponibilize um espaço físico adequado e permanente, de modo a abrigar os diferentes Conselhos, garantindo um controle maior da população sobre o importante papel por eles desempenhado. Que tal?

Por que parou? Parou por quê?



De abril de 2005 a maio de 2008, a bancada petista levou à tramitação na Casa Legislativa Municipal um total de 159 proposições. Isso mesmo, uma bancada estreante e com apenas 1 vereador teve a ousadia, a capacidade e o dinamismo de submeter ao debate do parlamento hervalense 159 PROPOSIÇÕES LEGISLATIVAS!!! Uma média anual de 53 proposituras, contemplando todas as áreas. E a maioria com grande relevância, o que é mais importante.
Foram 19 Projetos de Lei, 5 Projetos de Resolução, 43 Pedidos de Informações, 20 Indicações, 40 Pedidos de Providência, 21 Requerimentos, além de 11 Emendas às propostas orçamentárias elaboradas pela administração.
Sem falar na constante realização de audiências públicas para o debate de questões que afligem a população e a busca permanente pela valorização do Poder Legislativo como um Poder autônomo e independente dos demais Poderes, especialmente do Poder Executivo.
A pergunta que não quer calar: por que nos últimos meses a bancada petista perdeu completamente o ritmo, a qualidade e a linha política que vinham consagrando-a? Quem souber responda agora ou cala-se para sempre.

Leitura obrigatória


Já lesses o livro História do Herval: descrição física e histórica? O livro de autoria de Manoel da Costa Medeiros foi publicado em 1980 (pelo menos a edição que possuo data deste ano); muitas décadas depois da morte do escritor, falecido em março de 1931. A obra percorre profundamente a cativante “terra do Herval”, desde a sua formação até chegar nas coisas nela ocorridas por volta de 1927. “História do Herval” é um dos poucos registros escritos da vida deste povo que criou e continua reproduzindo o péssimo hábito de marcar os passos da sua “caminhada histórica” apenas com a fala, um traço herdado de muitos povos indígenas, ainda que o nosso território nunca tivesse servido de habitação a uma só tribo indígena, conforme revela o autor. Vale a pena! O livro é envolvente e revelador, e como bem assevera em sua página 216, ao citar as palavras de Artur Schopenhauer:
“Um povo que não conhece a sua história está limitado ao presente da atual geração; esse povo não compreende nem a sua própria natureza e existência, na impossibilidade em que se acha de relacioná-las com o passado que as explica;mesmo pode antecipar coisa alguma sobre o futuro. Somente a história pode dar a um povo a consciência de si mesmo”.

sábado, 1 de novembro de 2008

Contra fatos não há argumentos nem falsas polêmicas...


Para aqueles e aquelas que enchergam o PT em Herval como "propriedade" de alguns, é bom lembrar que o Partido nunca cresceu, se espraiou e se abriu tanto como no último período. A direção municipal do PT contabiliza cerca de 80 novas filiações desde a sua eleição no final de 2005 até a presente data, sendo que 30% da atual direção partidária (reeleita em 2007) é composta por novos filiados e filiadas.
A direção lembra ainda o enorme número de antigos filiados que foram convidados a retomar o seu papel militante e dirigente no Partido. O que a direção não aceita e não aceitará, em cumprimento às normas e a história de democracia radical do Partido, são posturas sectárias e golpistas de alguns poucos que preferem fugir do debate franco, pessoalizando as relações políticas internas ou agindo pelas costas, na calada da noite, num claro desrespeito aos fóruns coletivos de construção partidária.
Outra lembrança importante, foi o esforço feito pela coordenação da campanha petista, devidamente respaldado pela direção municipal e regional do Partido, para ampliar a força e o alcance da candidatura do PT, através da tentativa firmar uma aliança com vistas às eleições de 5 de outubro primeiramente com o PTB e depois com o PMDB, tratativas que não avançaram especialmente porque a direção partidária não aceitou abrir mão da candidatura do professor Jorge como vice-prefeito.
Também merece lembrança, o fato de que nesta eleição o PT obteve a sua melhor participação, e mesmo sem ampliar a Bancada e com uma votação abaixo do esperado na eleição majoritária, o Partido foi visto como nunca antes em eleições municipais em Herval, saindo muito vivo, respeitado por suas posições políticas e com dezenas de novos adptos.
Segundo Toninho, membro da Executiva municipal do PT, o mesmo direito que as pessoas tem de ingressar no PT elas tem de deixá-lo quando não se sentem mais à vontade no seu interior. O que não pode acontecer é uma figura pública do Partido permancer filiada e comprovadamente trabalhar para fortalecer a candidatura de outra agremiação partidária. Neste caso, a direção petista, tem não apenas o direito, mas o dever de abrir o devido processo disciplinar, e isto não significa querer o PT para alguns, mas ao contrário, garantir o respeito à identidade, às normas e à pluralidade de posições do Partido dos Trabalhadores, o maior Partido de esquerda da América Latina. Não se trata de separar os "bons" dos "maus" nem começar uma "caçada às bruxas". É que um Partido não cresce sem unidade e a unidade só se constrói com franqueza e fidelidade aos princípios que trouxeram o PT até aqui. Do contrário, o Partido se transforma numa verdadeira "casa da mãe Joana", numa legenda de aluguel que alguns grupos organizados ou que se organizam na sociedade usam e abusam para conquistar um espaço na institucionalidade, dando-lhe às costas até que venha uma nova eleição.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Brigaduuu!!!


Aproveito este espaço para manifestar o meu profundo agradecimento às 95 pessoas que confiram em mim e me honraram com seu voto nas eleições do último dia 5/10. Ainda não foi desta vez, mas me sinto orgulhoso e satisfeito com esta semente ora plantada para, quem sabe, render uma boa colheita no futuro. Sinto um orgulho ainda maior porque cada um desses votos foi CONQUISTADO apenas com minha cara, minha coragem e meu trabalho, e não barganhado com coisas que a terra e a vida hão de comer. Obrigado e um beijo no coração de todas e todos vocês!!!

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Cortando na própria carne???


O Partido dos Trabalhadores está prestes a perder algumas de suas principais lideranças em Herval. Um grupo de petistas pede a expulsão de alguns candidatos a vereador que apoiaram abertamente à reeleição do atual prefeito, o que colaborou decisivamente para enfraquecer a candidatura majoritária lançada pelo partido para disputar às eleições do último dia 5/10.
"O candidato Niltinho já tomou a iniciativa de se desfiliar antes de ser convidado a se retirar, mas ainda tem mais gente que precisa juntar suas trouxas e fazer politicagem em outro lugar. Ou essa turma de "melancias" sai do PT ou saímos nós", afirmou em tom contundente uma das figuras públicas mais respeitadas do partido.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Até a pé nós iremos!!!


Grêmio campeão do 1º. turno do campeonato brasileiro!!! Parabéns tricolor e obrigado a todos e todas que se engajaram na campanha lançada por este Blog: "Jejum tricolor: isso tem que tem fim". Demos a volta por cima e agora vamos caminhar rumo ao título do Brasileirão 2008!!! Mais uma vez provamos que não tá morto quem peleia, tchê!!!!!!!!!!!!!

terça-feira, 1 de julho de 2008

Agora é pra valer!!!




O Partido dos Trabalhadores realizou no último domingo (29/6), a Convenção Oficial para homologar as candidaturas do Partido com vistas às eleições de 5 de outubro. O encontro, realizado na sede do assentamento 18 de Maio (Basílio), transcorreu em clima de grande festa e contou com a presença de cerca de 250 apoiadores das candidaturas petistas.
A Convenção confirmou os nomes de Roque e do professor Jorge como candidatos na chapa majoritária, além de 11 candidaturas para as eleições proporcionais. São eles: Alzeu Ramos; Alziro; Claudio Inhaia; Gordo; Topogigio; Luciana; Toninho; Nelson Antônio; Niltinho; Pedro da Ferraria e Valdirão.
Em seu discurso, Roque afirmou que a candidatura petista tem o compromisso de ganhar a prefeitura para colocar o Herval no rumo do desenvolvimento, com o investimento em políticas públicas que recuperem a auto-estima e a capacidade de trabalho do nosso povo, dando prioridade para quem mais precisa. Roque lamentou os vários milhões de reais oriundos do governo Lula perdidos pelo atual governo municipal, devido a pendências no CADIN. Ele garantiu que vai trabalhar pelo progresso e desenvolvimento do município do primeiro ao último dia de mandato, e não apenas às vésperas das eleições. Roque também afirmou que a candidatura petista é uma candidatura com a cara e as mãos calejadas do povo, ao contrário de outras candidaturas que se lembram do “povão” apenas durante a campanha eleitoral.
O professor Jorge ressaltou a seriedade e a disposição da candidatura petista de entrar nesta disputa para ganhar e construir dias melhores para todos os setores da nossa sociedade, completamente abandonados pelos últimos governos. Jorge garantiu que é hora de mudar para melhor e que a participação de todos é fundamental para fazer uma campanha contagiante e que assegure a vitória do povo do Herval nesta eleição!

quarta-feira, 4 de junho de 2008

PT define pré-candidaturas


Em encontro realizado no último domingo (1/6), transcorrido num clima de grande estusiasmo e confraternização, o Partido dos Trabalhadores deu mais um importante passo na preparação do Partido com vistas às eleições de outubro.
A reunião serviu para definir extra-oficiamente a nominata de pré-candidatos a vereador, uma vez que o partido contava com mais inscritos do que vagas disponíveis. A nominata das pré-candidaturas a ser submetidas à convenção partidária, em data a ser definida, ficou assim constituída: Alzeu Ramos, Valdirão, Pedro da Ferraria, Topogigio, Toninho, Alziro, Deomar Gordo, Niltinho, Nelson Fabião, Claudio Inhaia e Luciana.

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Pedaços de tempo e de bom caminho...




De uns dias pra cá tenho passado longe das coisas e querelas da vida pública para mergulhar no mais fundo de mim mesmo.
Também ando de mal com as palavras. Foi então que decidi escolher algumas fotos para traduzir e compartilhar com o público o meu estado de espírito nestes dias em que as palavras me faltam e o frio do clima me consome, mas me sobra o calor das lembranças do andarilhar neste mundão de meu Deus, mesmo que seja pelos (des) caminhos interiores. Ha, antes que alguém pergunte, este aí na foto ao lado sou eu mesmo, em mil novecentos e antigamente.

terça-feira, 27 de maio de 2008

Arteirice...


Nos últimos dias tenho recordado demasiadamente os meus tempos de criança.
Lembro-me das brincadeiras com meus irmãos que muitas vezes acabavam em briga.
Das brigas que não raro abriam a porta para carícias e brincadeiras.
Lembro-me do meu cavalo de pau, com cabeça de cano de pvc e rédeas cuidadosamente trançadas com "enrredadeira". Lembro-me das muitas tropeadas e campereadas pelo pátio de casa. Das picardias e algazarras no meio da plantação de milho a despertar a brabeza do pai.
Lembro das pandorgas, roletes, dos jogos de futebol debaixo das chuvas de verão, do caminhão com rodas confeccionadas a partir do recorte de chinelos havaianas e a lataria caprichadamente feita a base de embalagens de óleo de soja. E tinha também outro um pouco mais sofisticado, com a cabine emprovisada e encravada no meio no pátio, imitando o ofício do seu Adão Veleda...
Lembro-me do dia triste em que tentei salvar a vida de um filhote de passarinho que caira do ninho, e desafortunadamente o entreguei de bandeja na boca do nosso estimado gato. Minha pureza infantil não me permitiu atinar que gatos predam passarinhos. Daquele dia em diante passei a odiar gatos e distrações...
Lembro-me também das obrigações com a casa e meus irmãos, além do constante ajutório ao meu pai, sempre envolvido com a vida agitada de caminhoneiro.
Não estou pretendendo voltar no tempo nem à infância. O importante é que a vida me trouxe até aqui, com uma enorme coleção de alegrias e dores. A vida é assim.
No fundo nunca deixei de ser um guri e talvez por isso ame tanto as crianças e seja tão amado por elas.
E também neste mundo tão perdido em ilusões e adultamente mecanizado e fingido, que nega Deus e rouba a vida alheia em troca de poder e aparência, é sempre bom lembrar das coisas simples e ternas, como uma brincadeira ou um afago infantil. É sempre bom lembrar o quanto somos frágeis e o quanto ainda precisamos crescer até nos tornarmos humanamente adultos.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Coragem e compromisso com o Herval


Em jantar realizado na noite de ontem (20/5), reunindo amigos, familiares e apoiadores políticos, Toninho declarou que aceita o desafio de concorrer a vereador nas eleições de outubro próximo, sendo lançado como pré-candidato petista.
"Conforme declarei anteriormente, uma candidatura proporcional não estava nos meus planos, mas os diversos apelos para concorrer que tenho recebido me levaram a rever a minha decisão. Além disso, a candidatura nasce de uma vontade coletiva - e não de um ímpeto pessoal -, trazendo na sua forma e no seu conteúdo o firme compromisso de representar um grupo importante de pessoas, no campo e na cidade, dispostas a eleger um vereador empenhado em utilizar a força de um mandato parlamentar em favor da afirmação da Câmara de Vereadores enquanto um poder independente, eficiente e cada vez mais próximo dos anseios da população", disse Toninho.

Corrida pela prefeitura


Dizem as más línguas que o ex-prefeito Rubem teria aceitado o convite para ser vice do candidato a prefeito do PP, Ildo Salaberry, em troca do suposto pagamento de uma dívida milionária, a qual teria sido contraída por Rubem devido a irregularidades cometidas durante a sua gestão e convertidas em multa após julgamento pelo Poder Judiciário. Será mesmo!!!??? Num município tão carente não apenas de polícas públicas que revertam o quadro atual de estagnação, mas também de uma relação política aberta, honesta e construtiva entre o governo e os diferentes setores da sociedade, este tipo de acerto por baixo dos panos (se é que ele de fato ocorreu), deixam o conjunto da população Hervalense com a pulga atrás da orelha em relação ao verdadeiro propósito desta candidatura e os métodos políticos que ela já estaria se utilizando para chegar ao poder.
Quem espera mudança não pode mais engolir o velho jeito de fazer política, um jeito que promete o novo mas que adota o velho método do é dando que se recebe e que ressuscita as velhas raposas da política já condenadas pela Justiça e pela população por má administração pública. Fiquemos de olhos e ouvidos bem abertos.

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Até logo!!!


Fui exonerado da assessoria da bancada petista esta semana. Motivo: as coisas da política e a política das coisas. Mas a vida e a boa luta continuam.
Quero agradecer a todos e todas que confiaram na minha capacidade e colaboraram para o sucesso do meu trabalho: aos amigos, colegas, companheiros de partido, no Herval e nos diversos municípios com os quais estabeleci relações político-institucionais e também afetivas; aos vereadores de todas as bancadas; aos diferentes Presidentes do Legislativo, especialmente o vereador Bebeto; aos mais diversos órgãos de governo, tanto municipal quanto do governo Federal, e ainda aos muitos camaradas que encontrei no Legislativo no âmbito estadual e federal; a direção municipal do meu partido, pelo enorme apoio e respaldo político; a comunidade Hervalense que sempre acolheu e reconheceu o meu trabalho, inclusive os adversários partidários.
Agradeço do fundo do meu coração o carinho, respeito e consideração dispensados a mim ao longo dos últimos três anos.
Estou voltando para casa de cabeça erguida, de alma leve e solta e com a certeza do dever cumprido, e ainda com uma bagagem repleta de novos conhecimentos e de novas amizades, principalmente.

Brigaduuuuu!!!!! A gente se vê por aí, nas esquinas da vida...

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Um Lugar ao Sul



No próximo dia 13/05 o livro UM LUGAR AO SUL: Olhares indiscretos sobre o Herval completa 1 ano do seu lançamento.
Desde já, agradeço a todas e todos que colaboraram para o sucesso desta obra prima e irmã e filha da terra do Herval.
Só para me exibir, transcrevo a seguir as palavras do grande poeta piratiniense Juarez Machado de Farias, escritas em solidariedade ao livro e seu autor. Brigaduuuuuuuuu!!!!!!!!

Uma Vereda Para Um Lugar Ao SUL

"O que é velho está morto ainda que o novo não tenha nascido."
(Jules Michelet)

UM LUGAR AO SUL - obra de Luiz Antonio Garcia Veleda (Toninho) - lança olhares filosoficamente indiscretos sobre este município inserido na metade-sul de nosso Estado em precário estado. Região geográfica de triste memória escravocrata, latifundiária, machista, conservadora. "Definir é matar. Sugerir é criar." Atentando para o que diz o poeta Stéphane Mallarmé, digo que a referida obra sugere aos olhares sensíveis que estamos, de fato, diante de coisas mortas e putrefeitas que tomam feição de poder institucional. Não por acaso, um filho do "Herval de baixo" vem - com a palavra desperta e a necessária indiscrição - a incomodar os conservadores. Não tenho o cetro mas tenho a pena." Assim como pensou o iluminista Voltaire, Toninho Veleda nos aponta uma "vereda" para a indignação acerca das injustiças sociais que medram em nossos municípios. Afinal, muitos outros cidadãos e cidadãs do mundo enxergarão seus municípios no Herval redescoberto pelo olhar indiscreto deste hervalense movido à inquietude...
Se é possível obter água cavando o chão; se é possível enfeitar a casa; se é possível crer desta ou daquela forma; se é possível nos defendermos do frio ou do calor; se é possível desviar leitos de rios, fazer barragens; se é possível mudar o mundo que não fizemos, o da natureza, por que não mudar o mundo que fazemos, o da cultura, o da história, o da política?
(Paulo Freire)
As vontades populares estão desenhando um SOL para este SUL. Agora, só faltam os vivos ocuparem o lugar dos mortos.
Parabéns, Toninho, pela vereda ensolarada que apontaste a nossos olhos cabisbaixos. Que não desistas jamais de buscar o verdadeiro sol, o SOL da SOLIDARIEDADE!

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Educação pública, gratuita e de qualidade???



A bancada petista na Câmara Municipal solicita reunião de audiênica pública para debater a política de educação do atual governo do estado, a qual vem regredindo em algumas conquistas e direitos importantes nesta área fundamental. A proposta deverá ser apreciada pelo Legislativo Hervalense na próxima terça-feira, dia 13/05.
Confira a seguir a íntegra da proposição:

Requer a realização de audiência pública para discutir as razões do fechamento e a municipalização de escolas estaduais no município, bem como da descontinuidade dos Cursos Normal (Magistério) e EJA em Herval.


Sr. Presidente,

Requeiro a Vossa Excelência, conforme o Regimento Interno desta Câmara de Vereadores, ouvido o Plenário desta Casa, a realização de audiência pública com representantes da sociedade civil; Secretaria Municipal de Educação; Secretaria de Estado da Educação, através da 5ª. Coordenadoria Regional da Educação; CPERS- Sindicato, através do seu 24º. Núcleo, e com representante da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembléia Legislativa do RS.


JUSTIFICATIVA


A educação é um direito social de todos os cidadãos e cidadãs brasileiros, preceituado pela Constituição Federal de 1988, devendo ser assegurado pelo Estado, em todas as suas esferas de governo.
E neste momento, em que o governo federal, vem promovendo o maior investimento em educação da história do país, é no mínimo curioso que a gestão estadual, comandada pela Governadora Yeda Crusius, caminhe na direção aposta, promovendo, entre outras medidas que precarizam a educação pública no Rio Grande do Sul, o fechamento e a municipalização de inúmeras escolas ou cursos em todo o estado, inclusive em Herval.
Portanto, a presente proposta de debate público, tem como objetivo esclarecer a comunidade escolar e a opinião pública em geral sobre as razões e os objetivos desta política educacional – se é que podemos chamá-la como tal. Uma vez que estas decisões, além de terem sido tomadas nos gabinetes, sem a participação e ainda sob fortes protestos da comunidade escolar, aparentemente nos fazem regredir em alguns avanços importantes, especialmente na conquista do título de melhor educação pública do país.
SALA DAS SESSÕES, HERVAL, 13 DE MAIO DE 2008.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Jejum tricolor: isso tem que ter fim!!!


"Jejum tricolor: isso tem que ter fim"!. Mas até lá vamos rir um pouco da nossa própria tragédia!!!

Desatando desabafos...


Me sinto cansado... Cansado destes sorrisos fingidos...
Destes rostos fugidios e rotos...
De tantas palavras vãs e falsas que não dizem nada e que abocanham muito...
Da incompetência que se esconde e escora no trabalho sério e incessante de outrem...
Da indecência que varre a vida pra debaixo do tapete...
Desta mania porca de enganar e amaldiçoar por puro prazer ou arte...
Ando exausto das artimanhas...
Das conveniências e reticências...
Das aparências que enganam e da pureza só de aparência...
Das punhaladas calculadamente dadas pelas costas...
Dos silêncios propositadamente atentos e despertos...
Do velho que tenta aparecer em forma de novo...
Da cara nova envelhecida antes de sair da casca...
Da incrível capacidade do ser humano de não ser humano...
Das mãos carregadas de espinhos no lugar de fazer carinhos...
Me sinto cansado dos sermões, da tirania, das cerimônias, das pregações despegadas da razão e do amor...

Não penses que é poesia. É desabafo mesmo!!!

segunda-feira, 5 de maio de 2008

PT promove seminário para seus candidatos




O Diretório Municipal do PT promoveu no último dia 01/05, Seminário para seus candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores.

O encontro contou com a presença do presidente do PT de Pelotas, vereador Milton Martins, de Conceição, coordenador-adjunto da Regional do PT, e de Alexandre Melo, hervalense que presta assessoria ao deputado Eudes Xavier, em Brasília.

Após o Seminário, a direção do partido ofereceu um jantar de confraternização para dar as boas-vindas ao novo filiado petista, Jesus Garcia, uma das lideranças mais importantes do trabalhismo em Herval e mais um dos fundadores do PDT no município a deixar o partido. Jesus decidiu deixar o partido do atual governo para manter vivo o seu compromisso com os valores mais caros do trabalhismo, como a democracia e a justiça social.

Te liga aí!!!


7 de maio, quarta-feira, é o último dia para o eleitor e a eleitora requerer inscrição eleitoral ou transferência de domicílio (Lei nº 9.504/97, art. 91, caput).

Comunicado de pesar


A família tricolor, enlutada e com profundo pesar, cumprimenta a nação colorada pela irrepreensível conquista do Gauchão 2008.
Aproveito a oportunidade para conclamar a maior torcida do Rio Grande, a do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, a entrar de corpo e alma na campanha que acabo de lançar: “jejum tricolor, isto tem que ter fim”.
Tal campanha tem como objetivo recuperar a garra e o orgulho de ser imortal tricolor. Já estamos com saudade de ver o brilho das estrelas dentro do campo. As curvas e a beleza da Deborah Secco são um arraso, mas os carrinhos de um Dinho, os dribles desconcertantes de um Ronaldinho e os gols de um Jardelão também têm o seu charme. Volta Felipão, Volta!!!

terça-feira, 29 de abril de 2008

Rumo à vitória!!!



O presidente estadual do PT, Olívio Dutra, reafirmou a importância e o acerto do PT em disputar às eleições municipais com candidatura própria em Herval. “A decisão do Diretório Municipal do Partido é uma decisão madura, correta, que fortalece o partido e as lutas democráticas em Herval, e por isso tem o respeito e o respaldo da direção estadual do PT”, garantiu.
A declaração do ex-governador do RS foi feita durante conversa com os pré-candidatos Roque e Jorge, no último dia 27/04, em Pelotas, num encontro que elegeu a nova direção Regional do Partido dos Trabalhadores.
A opinião de Olívio é compartilhada pelo vereador Miltinho, Presidente do PT pelotense, que cumprirá agenda em Herval na próxima quinta-feira, 1º. de maio.

quinta-feira, 24 de abril de 2008

O paraíso dos maus políticos


O genial Marcos Rolim escreveu certa feita que “não há democracia sem representação”. E acrescentou: “a ausência de representação política é mesmo inconcebível em sociedades modernas. Na verdade, mesmo muitos povos indígenas, organizados socialmente em estruturas não complexas, fazem uso de formas variadas de representação”.
Rolim referia-se, evidentemente, à representação legítima. Aquela em que o eleitor sente-se abraçado pelas ações e palavras (para "o bem ou para o mal") do eleito. Não é o critério que vêm determinando a eleição do Parlamento Hervalense. Contamos, por certo, com representantes legítimos das vontades (para o bem ou para o mal, repito) do seu eleitorado, mas na maioria dos casos, o que há é a usurpação do direito e do dever de representar e ser representado.
Mas isto não ocorre apenas pela demagogia e o oportunismo de alguns políticos, mas também pelo “analfabetismo político” de grande parte da população apta a votar, que acaba trocando o direito de se fazer representar numa instituição tão importante como a Câmara de Vereadores por alguma vantagem eventual ofertada durante o período eleitoral. Ou seja, a população cobra legitimamente do poder público o atendimento dos seus direitos, como saúde, educação, estradas, acesso à informação sobre os atos administrativos, mas não raro vota em candidatos sem nenhum compromisso com a efetivação desses direitos. Resultado: é choradeira na certa onde deveria haver CIDADANIA.
O mais comum é as pessoas votarem em troca de um favor, uma porta, uma janela, o pagamento de uma conta de água, luz ou gás, uma promessa de emprego temporário ou coisa parecida. Tem gente que vota apenas em troca de um sorriso, um abraço, um aperto de mão, um tapinha nas costas dado pelo (a) candidato (a)... Pior ainda, tem gente que se julga esclarecida politicamente que vota num (a) candidato (a) levando em conta apenas os laços de amizade, vizinhança ou parentesco, o que é louvável, mas não serve como parâmetro seguro para a escolha de uma boa representação política.
Temos também o chamado “voto de compromisso”, no qual o eleitor se amarra logo de cara na promessa de votar num (a) candidato (a), sem antes analisar a forma e o conteúdo geral da disputa eleitoral. O pior é quando trancam os pés e se recusam a voltar atrás nesta sua escolha, mesmo diante de uma outra candidatura mais afinada com suas visões e visivelmente mais preparada para a tarefa representativa. Retidão de caráter ou outra forma de analfabetismo político? Uma tola mesquinharia, penso eu. E o que não falta é gente “altamente politizada” disposta a sacrificar o interesse público na intenção de honrar sua palavra nem sempre empenhada num momento de lucidez.
Analisemos o desempenho dos eleitos ou postulantes a um mandato eletivo, mas também vigiemos o nosso comportamento como eleitores (as). A mudança para melhor da realidade política, cultural, econômica, social e ambiental do nosso município não começa nem termina no voto, mas certamente passa por ele. Reclamar ajuda, mas é pouco diante do enorme desafio de aperfeiçoar as instituições públicas e semear a colheita de um futuro melhor para a nossa gente.

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Novas Conselheiras Tutelares eleitas


Confira o resultado da eleição do Conselho Tutelar, transcorrida no último dia 18/05:

Titulares:
1.º - Celi Maria Gonçalves Sais 231 votos
2.º - Luci Teresinha Lima da Costa 154 votos
3.º - Maria Beatriz Andrade Madruga 146 votos
4.º - Vera Lucia Xavier dos Santos 133 votos
5.º - Deise Ajala Ferreira 113 votos

Suplentes:
Mabel Gomes Torança 100 votos
Pedro Afonso 98 votos
Claudete Medeiros Ávila 98 votos
Cristiane Aparecida Pereira da Silva 89 votos
Sandra Reymundo 80 votos

terça-feira, 22 de abril de 2008

Notícia urgente


Segundo um forte comentário, a possibilidade do atual prefeito disputar à reeleição estaria ameaçada. Motivo: as insistentes intervenções do prefeito na Rádio Comunitária Herval FM 104.9 em tom de campanha eleitoral. O comentário é de que a Justiça Eleitoral estaria “ligada” na propaganda escancarada pró-governo que passou a fazer parte da programação da Rádio e estaria disposta a agir em conformidade com a legislação, podendo tirar o prefeito do próximo páreo eleitoral. Será???

Poetando...




Atirei o pau no gato, mas o gato não correu.
O gato usou o pau como escada para escalar o muro
e alcançar sua amada.

***************************

Antônio saiu sem rumo pelas ruas da cidade.
Estava só e a cidade deserta lhe oferecia
como companhia apenas o pó das ruas descalças.
De repente, Antônio mira um louco correndo apressado em seu carro de sonhos: Dalmiro.
Antônio sentiu vontade de pedir carona ao louco.
Mas Antônio não tinha pressa e seus devaneios não caberiam naquele meio imaginário de transporte.
Antônio seguia a passos lentos e ia buscando pelo caminho a cura para sua louca sanidade.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Unidade e luta





As pré-candidaturas petistas caminham a passos largos em Herval. A dupla que compõe a chapa majoritária e vários pré-candidatos a vereador assumiram, recentemente, o compromisso político com a Unidade na Luta, corrente interna do Partido dos Trabalhadores representada na região pelos companheiros Miltinho e Conceição. Além disso, os pré-candidatos petistas vêm estabelecendo uma aproximação política importante com Fernando e Miriam Marroni, na tentativa de estabelecer um caráter regional para as eleições de 2008 e para a construção partidária.
A intenção da candidatura do Partido dos Trabalhadores é fazer uma campanha empolgante, em sintonia com as políticas e avanços conquistados pelo governo do Presidente Lula, de modo a resgatar a auto-estima da nossa população e reverter o quadro de enormes perdas de recursos federais devido à ausência de projetos e a incapacidade administrativa do atual governo.
No município, a coordenação da campanha petista vem mantendo conversações com lideranças e partidos descontentes com a posição política do pré-candidato do Partido Progressista, escolhido para representar uma frente de partidos oposicionistas, na perspectiva de ampliar a base de apoio aos pré-candidatos do Partido dos Trabalhadores.

Toninho recebe apelo para concorrer


Um grupo de amigos, familiares e apoiadores lançou um Manifesto na intenção de colher assinaturas pedindo a inscrição de Toninho como candidato a vereador.
Toninho chegou a ser indicado para disputar às eleições de 2008 como candidato a prefeito, mas abriu mão da indicação ao avaliar que Roque Oliveira reunia mais forças para representar o PT e atender a expectativa de mudanças para melhor alimentada pela maioria da população.
Ele disse estar profundamente emocionado com a iniciativa e prometeu avaliar o pedido com todo carinho. "Uma candidatura a vereador não estava nos meus planos, mas se ela representar um desejo coletivo e tiver a viabilidade de afirmar o meu compromisso com o bem do Herval, estou disposto a aceitar mais este desafio”, garantiu.

Leia a íntegra do documento:

MANIFESTO PRÓ-TONINHO VEREADOR

Queremos um Poder Legislativo com capacidade e soberania para cumprir todas as suas atribuições constitucionais e políticas;
Queremos a Câmara Municipal como um espaço de construção de relações políticas, econômicas e culturais afirmativas da cidadania, da solidariedade e dos valores humanitários;
Queremos um mandato de vereador comprometido com o fortalecimento da Câmara de Vereadores como um poder autônomo e independente dos demais poderes, especialmente do Poder Executivo;
Queremos um mandato de vereador que instigue a participação das pessoas, com a construção da sua pauta de atuação, das suas principais ações e projetos de forma coletiva, por meio da criação de um Conselho Político do Mandato e de outros canais participativos;
Queremos um mandato de vereador que promova seminários, debates, audiências públicas, entre outros, de modo a debater e construir propostas para a solução dos principais problemas do município;
Queremos um mandato de vereador que apóie às lutas sociais e tenha compromisso com a construção de relações cidadãs, baseadas no fortalecimento dos direitos e na transparência;
Queremos um mandato de vereador com coragem e capacidade para combater os privilégios, os favorecimentos pessoais e eventuais arbitrariedades cometidas pelos governantes;
Queremos um mandato de vereador comprometido com a melhoria constante dos serviços públicos e com a recuperação gradativa do plano de carreira e de salários dos servidores públicos municipais.
Diante do exposto, nós abaixo assinados sentimo-nos representados pela posição e pela atuação política de Toninho junto à bancada petista na Câmara de Vereadores, razão pela qual manifestamos o nosso desejo de vê-lo candidato e vereador eleito nas eleições de outubro de 2008.

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Coragem e compromisso com o Herval


A Executiva Municipal do Partido dos Trabalhadores formalizou na última terça (15/04) o desligamento de Ari Peglow do quadro de filiados do Partido.
A direção petista tomou esta definição, a partir da manifestação de Ari de aceitar o convite para assumir um cargo no primeiro escalão do atual governo, o que contraria a definição do PT de disputar às eleições municipais de 2008 com candidatura própria, representados por Roque Oliveira e Jorge Mattos.

terça-feira, 15 de abril de 2008

Governo Lula apóia candidatura petista



O mandato do deputado Federal Henrique Fontana, promoveu Seminário de Formação no último dia 12/4, em Porto Alegre. O evento reuniu candidatos petistas a Prefeituras e Câmaras de Vereadores de 80 municípios gaúchos. Aproximadamente 400 militantes e pré-candidatos ouviram o ministro da Justiça, Tarso Genro, o secretário-geral do PT, deputado federal José Eduardo Cardozo (PT-SP), além do presidente do PT gaúcho, o ex-governador Olívio Dutra, e a deputada estadual Stela Farias.
Tarso garantiu que os indicadores econômicos do Brasil “são os melhores dos últimos 40 anos”. Fontana, por sua vez, afirmou que a oposição não se conforma com o avanço dos programas sociais e de desenvolvimento do governo Lula. “Eles querem até derrubar na Justiça o Programa de Aceleração do Crescimento e o ProUni, por exemplo”, relatou.
O encontro também serviu para afirmar o apoio do governo Lula às pré-candidaturas petistas em Herval, representadas pelo médico veterinário Roque Oliveira e pelo professor Jorge Mattos.

segunda-feira, 14 de abril de 2008

O cenário eleitoral está montado



A frente de partidos derrotada na disputa eleitoral de 2004 escolheu, no último sábado (12/4), o seu candidato para o pleito de outubro próximo: Ildo Salaberry (PP), empresário rural e atual presidente do Sindicato dos Empregadores Rurais de Herval, foi o nome escolhido para ser o porta-voz deste grupo político considerado por muitos como anti-popular e eletista, herdeiro da dolorosa tradição autoritária que persegue a história do Herval como uma sombra.
O chamado “frentão” já havia fechado a aliança há vários meses, mas ainda faltava decidir o candidato para representá-lo, o que foi feito através de uma suposta pesquisa de opinião, que teria apontado Ildo como o nome do “frentão” com maiores chances de derrotar o prefeito Camarão.
Mas o comentário é de que o “frentão” ainda pode sofrer a dissidência de lideranças ou mesmo de partidos políticos, que alegam terem caído numa armadilha montada por apoiadores de Ildo juntamente com algumas figuras do PMDB, inconformadas com a derrota na prévia do partido, realizada no final de 2007. Há quem diga que as brigas estão só começando.
Segundo se comenta também, o “frentão” teria sido formado a partir de um acordo que prevê a distribuição igualitária dos cargos entre os partidos aliados num eventual governo e sua principal motivação seria a vontade obsessiva de derrotar o atual prefeito a qualquer preço. Traduzindo: mudariam as moscas, mas a cacaca e a empáfia continuaria a mesma.
É possível superar a dura crise administrativa que assola o Herval há vários anos e que vêm permeando os diferentes governos. Mas para isso, o bem de todos precisa ser colocado acima dos interesses privados ou particulares e o revanchismo político precisa dar lugar à soma de esforços e energias fraternas e criativas pelo bem do Herval, o que parece não ser o compromisso nem o principal pilar de sustentação do chamado “frentão”. Que vença o povo Hervalense!

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Poetando...


Mar revolto que se derrama em palavras rasas
arrancadas do mais fundo me mim.

**********************************************************

A luz do teu rosto desespera a minha calma.
Como é grande esse desgosto de andar tão perto da tua alma,
e tão distante do teu corpo!

***********************************************************
Amor carnal que lanha a minha pele e o meu peito.
Coisa quente e boa que me faz mal.
Mel amargo que me deixa insatisfeito.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Nosso patrimônio histórico pede socorro




Antigo casarão que foi propriedade do saudoso deputado Osmar Grafulha, localizado no interior do município e que atualmente pertence ao assentamento Tamoios. Um patrimônio histórico de inigualável valor, tanto sob o aspecto histórico quanto arquitetônico que mereceria ser preservado.
Infelizmente, o desmazelo com a riqueza arquitetônica local é algo comum, o que faz com que a nossa história venha sendo apagada não apenas pela ação do tempo, mas também pelo ímpeto das novas gerações de “edificar o novo”, soterrando totalmente o “velho”. Este traço negativo da nossa cultura nos cobra uma ação determinada na tentativa de “virar este jogo”.
Além disso, as sucessivas administrações municipais nunca construíram uma política de resgate do nosso patrimônio histórico, amparada numa legislação própria e específica, o que se configura em mais um obstáculo. Lamentável.

Poetando...


O poder corrói e corrompe.
O poder interrompe a dor e constrói.
Não dediques a ele demasiada deferência.
Não te amedrontes se ele pedir emprestada a tua essência.
Empresta-lhe o calor de tuas mãos e o melhor da tua mente.
O poder sozinho não pode tudo e não sabe o bom caminho.

***********************************************************

Verdade é tudo que verte da profusão do ser e repele a vultosa proliferação da vaidade.

***********************************************************

Eu daria o mundo para me olhares com teus olhos lindos de mulher por apenas um segundo.

terça-feira, 8 de abril de 2008

Nota da Executiva Municipal do PT




A direção Executiva do Partido dos Trabalhadores reafirma, através desta nota pública, a decisão do Partido de disputar as eleições municipais deste ano com candidatura majoritária própria;

A Executiva do PT reafirma também as pré-candidaturas dos companheiros Roque Oliveira e Jorge Mattos, a dupla escolhida para formar a chapa majoritária como candidatos a prefeito e vice-prefeito, respectivamente; sendo que tal decisão ainda não foi oficializada apenas porque a convenção partidária precisa ser agendada entre 10 e 30 de junho;

A Executiva do PT torna público que a escolha das pré-candidaturas majoritárias e proporcionais do Partido obedeceu a todos os trâmites previstos no Estatuto Partidário, sendo que a decisão final foi precedida de um longo e democrático processo de debates no interior do Partido, até que a unanimidade do Diretório Municipal oficializasse tanto a escolha pela candidatura própria quanto a indicação dos pré-candidatos;

A Executiva do PT informa, ainda, que os debates internos foram amplamente divulgados no interior do Partido. Portanto, nenhum filiado ou filiada está autorizado a assumir cargos na atual administração nem estabelecer qualquer tipo de negociação na perspectiva eleitoral em nome do Partido. Esta é uma atribuição da direção Executiva, devidamente autorizada pelo Diretório. No caso de algum filiado ou filiada caminhar nesta direção anti-democrática e anti-partidária, será aberto processo disciplinar, nos termos estabelecidos pelo Estatuto Partidário;

O Partido dos Trabalhadores, através da sua direção Executiva, reafirma seu compromisso com os princípios democráticos, bem como sua disposição de trabalhar incessantemente por um Herval mais fraterno, mais cristalino e mais feliz, com uma administração séria, eficiente e transparente, capaz de oferecer mais e melhores oportunidades para a nossa gente.


Herval, 08 de abril de 2008.




FARID MAHFUS
Presidente


CHICO GONÇALVES
Vice-Presidente

domingo, 6 de abril de 2008

Informação ou promoção pessoal?


Dizem as más línguas que o programa Herval Repórter, levado ao ar aos sábados pela “Rádio Comunitária” 104.9 FM, perdeu completamente o seu caráter informativo se transformando num programa (ou seria palanque?) eleitoral de um único partido, ou seja, dos partidários do atual governo.
Quem acompanhou a transmissão do programa no último sábado (05/4) diretamente da Caravana Rural reclama que as entrevistas foram trocadas pelos discursos inflamados pró-governo e a voz da comunidade foi abafada para dar vez ao desfile das autoridades governistas, as quais não teriam se pronunciado em tom de autoridade, mas sim de candidatos nas próximas eleições. Um verdadeiro comício, com direito a participação de todo o primeiro escalão, de prováveis apoiadores políticos-eleitorais e tudo mais, segundo a opinião de alguns.
Segundo se comenta, o chefe do Executivo municipal teria deixado de ser prefeito por algumas horas para reforçar o time de partidários, digo apresentadores, sendo apresentado simplesmente como o “nosso amigo” Marco Aurélio, conforme a voz de um repórter chefe de gabinete da administração. O estranho é que o Sr. prefeito teria se pronunciado em alto e bom som em nome da administração, inclusive nomeando a Caravana Rural como o grande feito do seu governo, o que contraria o anúncio de que ele havia “renunciado” ao mandato durante a apresentação do programa. Um espetáculo deprimente.
O papel de um veículo de comunicação, sobretudo uma Rádio Comunitária é informar e promover o debate sobre os casos e coisas da comunidade, enfocando a notícia por todos os lados e opiniões. Certo? O problema é quando a informação vira desinformação e o debate político é substituído pela propaganda de governo.
Fiquemos de olhos e ouvidos bem abertos!