quinta-feira, 10 de abril de 2008

Poetando...


O poder corrói e corrompe.
O poder interrompe a dor e constrói.
Não dediques a ele demasiada deferência.
Não te amedrontes se ele pedir emprestada a tua essência.
Empresta-lhe o calor de tuas mãos e o melhor da tua mente.
O poder sozinho não pode tudo e não sabe o bom caminho.

***********************************************************

Verdade é tudo que verte da profusão do ser e repele a vultosa proliferação da vaidade.

***********************************************************

Eu daria o mundo para me olhares com teus olhos lindos de mulher por apenas um segundo.

Nenhum comentário:

Chimarrão e rock em Herval