quinta-feira, 10 de abril de 2008

Nosso patrimônio histórico pede socorro




Antigo casarão que foi propriedade do saudoso deputado Osmar Grafulha, localizado no interior do município e que atualmente pertence ao assentamento Tamoios. Um patrimônio histórico de inigualável valor, tanto sob o aspecto histórico quanto arquitetônico que mereceria ser preservado.
Infelizmente, o desmazelo com a riqueza arquitetônica local é algo comum, o que faz com que a nossa história venha sendo apagada não apenas pela ação do tempo, mas também pelo ímpeto das novas gerações de “edificar o novo”, soterrando totalmente o “velho”. Este traço negativo da nossa cultura nos cobra uma ação determinada na tentativa de “virar este jogo”.
Além disso, as sucessivas administrações municipais nunca construíram uma política de resgate do nosso patrimônio histórico, amparada numa legislação própria e específica, o que se configura em mais um obstáculo. Lamentável.

Nenhum comentário:

Para pensar

Todo mundo, alguém, qualquer um e ninguém Esta é uma história de quatro pessoas: TODO MUNDO, ALGUÉM, QUALQUER UM e NINGUÉM. Havi...