Sobre o Blog do Toninho

O Blog busca retratar coisas da vida interiorana e do meu interior, numa abordagem que mistura reflexão, notícias, riso, poesia, musicalidade, transcedentalidade e outras "cositas más". Tudo feito com produções próprias, mas também com a reprodução do pensar ou do sentir dos grandes gênios que o país e a humanidade pariram.

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Liberdade, liberdad; Justiça, justicia


O que será que, mesmo sufocado, o povo que quer e constrói o melhor pelo Brasil segue a gritar?




Momento poético




O mundo é grande


O mundo é grande e cabe
nesta janela sobre o mar.
O mar é grande e cabe
na cama e no colchão de amar.
O amor é grande e cabe
no breve espaço de beijar.


ANDRADE, Carlos Drummond de. "Amar se aprende amando". Poesia completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2002.

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Se liga nesse tal KR




A gente percebe que o tempo passa depressa quando nota que aqueles serzinhos que um dia carregamos no colo e vimos em tamanho miniatura, já estão crescidos e viraram pais e gente de "responsa".

Esse é o caso do "meu brother" Kauai. O cara cresceu e virou gente grande, não apenas fisicamente, mas por que esbanja talento e sabe travar as boas batalhas.

Kauai já conquistou a admiração de muita gente e segue na luta como MC, usando a música como forma de expressão e meio para soltar o verbo naquilo que precisa ser dito e que, muitas vezes, mesmo estando na cara, inúmeras pessoas não prestam atenção se não for transformado em arte.

No entanto, a luta continua e esse guerreiro agora tá se dedicando a uma nova empreitada, sem sair do terreno da comunicação. Esse tal KR (Kauai Rodrigues), agora ta tocando o estúdio LJ Made In Brasa, dedicado à produção musical, gravação de vinhetas e outras cositas más nessa área.

O cara é marrento e muito fera. Gosta do que faz e faz no capricho. E o melhor de tudo: é daqui, é gente como a gente e precisa da nossa força. Não por ser o único estúdio atualmente em nossa cidade, mas por que aquilo que é bom, suado e nosso precisa ser valorizado. 

Bora lá gente de Herval e muita sorte e sucesso, Kauai!!!

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Nem só de pão viverá o homem





Licença poética



Peço licença uma vez mais para entregar-lhes novas palavras simples e sutis, arrancadas do fundo do baú do meu ser e inspiradas na minha musa imaginária...


Invade meu quarto vestida apenas com camisola...
Vem e acorda minhas taras!
Vem e esfrega tua nudez na minha cara!
Vem e come meu pudor com a mão, sem boas maneiras nem talheres.

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Que Brasil eu quero para Herval?



O título do presente escrito pode soar estranho, mas se trata de algo bem simples e objetivo. Ou seja, tendo em vista que nosso município, quando se fala em investimentos e políticas públicas continuadas ou de impacto, é completamente dependente do rumo, das escolhas e do desempenho do governo da União, toda eleição presidencial deve despertar nossa atenção e seu resultado (queiramos ou não, gostemos ou não, para o bem ou mal) repercute diretamente na administração municipal e na vida de todos nós, cidadãos e cidadãs hervalenses.

Nesse sentido, sempre bom salientar que eleição não é concurso de beleza nem disputa entre pessoas. Eleição é sempre disputa de projetos. Para tanto, é preciso prestar atenção na história de vida, nas forças políticas, sociais e econômicas em que se apóia, assim como no projeto de futuro de cada candidato. E falando em projeto, torço e faço forças para o triunfo, em nível nacional, de um projeto que enfrente as desigualdades sociais e regionais, melhorando as condições de vida e oferecendo oportunidades para a nossa população, além de incluir Herval no mapa de desenvolvimento do país.

Um projeto, aliás, que Herval conhece bem e obteve benefícios como nunca antes na história, na relação com o governo federal. Um projeto que, entre tantas coisas, permitiu e financiou o aumento da área calçada de nossa cidade em quase 100% nos últimos anos, na comparação com a área calçada até então (incluindo a inédita pavimentação asfáltica de ruas); a instalação de um Polo Universitário, assegurando acesso ao ensino superior por aqui mesmo; que mais de 300 famílias hervalenses pudessem conhecer a luz elétrica em suas casas através do Programa Luz Para Todos; a construção de um Polo de Educação Infantil "padrão FIFA" para atender nossas crianças; que nós mesmos ou algum familiar nosso tivesse a chance de conquistar um diploma universitário; nós mesmos ou algum parente nosso pudesse conquistar a casa própria pelo Programa Minha Casa, Minha Vida.

Um projeto que ainda abriu caminho para que nossos produtores rurais, de todos os tamanhos, tiveram acesso a crédito facilitado ou recebessem apoio governamental para produzir ou manter uma qualidade de vida decente no campo; para que prefeitura recebesse mais de R$ 2 milhões destinados a investir em projeto que deve levar água encanada para mais de 100 famílias assentadas e o governo do estado também recebesse valor semelhante para atender, com esse mesmo projeto, em torno de mais uma centena de famílias residentes em outros assentamentos do município; que os investimentos em educação, saúde e assistência social atingissem o maior volume de recursos da história, assegurando, entre outras coisas, a renovação e ampliação da frota do transporte escolar e a garantia de uma renda mínima a centenas de famílias hervalenses, por meio do Programa Bolsa Família.

Portanto, enquanto alguns defendem projetos que nunca trouxeram benefícios efetivos para nossa terra ou garantiram apenas algo que nunca foi além de mera “laranja de amostra”. Enquanto outros propagam mitos que não passam de ficção, já que em décadas de vida pública nunca produziram bons frutos sequer em prol da sociedade pela qual foram eleitos para atuar como seu representante em Brasília e, além disso, não possuem nenhum vínculo, conhecimento da nossa realidade ou trabalho prestado em favor da nossa terra (nem mesmo seu partido está organizado nestes pagos). Digo e sustento que o Brasil que eu quero para Herval, é um Brasil ou um governo que saiba que a gente existe, olhe por nós com iniciativas concretas e abra as portas para o encaminhamento dos nossos pleitos, pautas e projetos. Afinal, mesmo contando com um povo trabalhador e um governo local que busca o melhor, sem o apoio e, principalmente, sem os recursos federais, pouco se pode fazer para superar os limites ou alavancar as potencialidades da Sentinela da Fronteira.   

Música para os meus ouvidos


Sirvo-me do "Sol Loiro" do Armandinho para fazer um agrado na minha loira, Millene: "Sol Loiro desmedido amor, ao teu lado posso ser quem sou". Isso para mim é tudo, é o que me permite ser inteiro e inteiramente teu sem deixar de ser eu, algo que não me torna pleno, porém prezo muito.




quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Luta de hervalenses ganha apoio de vereador de Pelotas


Ivan Duarte, vereador do PT em Pelotas e candidato a deputado federal, é um grande ativista da causa pela defesa e proteção dos animais.

Na Câmara de Vereadores de Pelotas, Ivan tem pautado esse tema e ajudado a construir muitas soluções, na forma de políticas públicas que garantam dignidade aos animais e, ao mesmo tempo, busquem evitar que a proliferação desenfreada dos mesmos se torne um problema para a sociedade.


Com esse espírito e compromisso, Ivan esteve em Herval ontem, 21, para se somar na luta da população que pede providências contra o ato criminoso que, nos últimos dias, promoveu uma verdadeira chacina de dezenas de cães e gatos de estimação em nossa cidade, mortos por envenenamento.

Ivan também conversou com vereadores e representantes do governo municipal e se colocou à disposição para, com sua experiência, auxiliar na busca de soluções para esse tema que, na sua visão começa, mas não termina com a descoberta e punição, conforme previsto na lei, do ou dos responsáveis por essa matança absurda e criminosa de animais domésticos registrada em Herval.

Na visita a Herval, Ivan Duarte estava acompanhado de representantes das Ongs Resgatando Vidas e Bem Estar Cavalos, as quais desenvolvem um trabalho de proteção da vida e dos direitos dos animais em Pelotas, demonstrando que o interesse e o engajamento do vereador petista nesse tema é algo concreto e permanente.

Autorretrato


O sol de inverno faz a vida brotar pelos poros e o sangue ferver nas veias

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Dupla BRAPEL doa camisas para serem sorteadas na Copa Integração




A soma de forças e esforços visando assegurar a realização da 1.ª Copa Integração de Futsal continua.

Na tarde de hoje, 20, na sede da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, o secretário Chico dos Santos, recebeu a visita de Cassalha e Beto da Z3, ambos ligados à deputada estadual Miriam Marroni (PT), os quais vieram ao município entregar mais uma importante contribuição para o êxito dessa competição esportiva promovida pela prefeitura de Herval.

Na oportunidade, foram entregues em doação para a pasta comandada por Chico, uma camisa oficial do Grêmio Esportivo Brasil e outra do Esporte Clube Pelotas. De acordo com o secretário, ambas serão sorteadas entre o público que deverá prestigiar a Copa de Futsal que está prestes a começar.

As camisas foram doadas pela direção da dupla BRAPEL, por intermédio de Miriam Marroni e atendem pedido encaminhado pelo secretário de planejamento, Toninho Veleda, que também participou do encontro. 

A entrega das camisas ainda foi prestigiada por Fagner Medeiros, jovem hervalense amante do esporte e que possui relações políticas com a família Marroni. 

Segundo Chico dos Santos, a doação dessas camisas valoriza os dois grandes clubes da nossa região, inova e torna mais atrativa a Primeira Copa Integração de Futsal, além de mostrar que a parceria é a principal caminho para driblar a crise e assegurar alternativas de esporte e divertimento aos hervalenses.

domingo, 19 de agosto de 2018

Rir é o melhor remédio



Papo cabeça



Momento poético



Não sei quantas almas tenho


Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma. 
Quem tem alma não tem calma. 
Quem vê é só o que vê, 
Quem sente não é quem é, 


Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem; 
Assisto à minha passagem, 
Diverso, móbil e só, 
Não sei sentir-me onde estou. 


Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li 
O que julguei que senti. 
Releio e digo: “Fui eu?” 
Deus sabe, porque o escreveu. 


Fernando Pessoa

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Licença poética




Peço licença novamente para entregar-lhes outras palavras simples e sutis, arrancadas do fundo do baú do meu ser e inspiradas na minha musa imaginária...


O que são mil e uma noites enluaradas,
comparadas ao privilégio e beleza e sabor
de passar uma só noite ao teu lado?

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Parcerias garantem 1.ª Copa Integração de Futsal



Parceria e soma de forças para manter a prefeitura funcionando e cumprindo suas principais funções nesse momento de profunda crise que atinge todas as administrações públicas do país. Essa tem sido a receita e o espírito da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer e de toda a gestão comandada pelo prefeito Rubem Wilhelnsen.

Neste sentido, no dia 25 de agosto está prevista a abertura do 1.ª Copa Integração de Futsal, no Ginásio Municipal de Esportes, competição esportiva organizada a partir do esforço da pasta responsável pelo esporte no âmbito da administração municipal e viabilizado por meio da parceria com pessoas e profissionais da comunidade, o comércio local e apoiadores de fora do município.

Assim, hoje pela manhã, na sede da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, o secretário de Planejamento, Toninho Veleda, promoveu a entrega ao seu colega de governo Chico dos Santos, de duas bolas oficiais de futsal, as quais foram doadas pela empresa Roberta Marques Construções Ltda., atendendo ao pedido de Toninho, para serem utilizadas nesse evento esportivo que se aproxima. Antes disso, no último final de semana em Pelotas, o arquiteto Marcio Poersch havia recebido das mãos da proprietária da empresa apoiadora do evento promovido pela prefeitura, as bolas doadas ao município.

Em nome da administração municipal, Chico dos Santos agradeceu imensamente essa doação recebida e ressaltou a importância de, apesar das dificuldades financeiras vividas no presente momento, apostar na criatividade e na união como saída para driblar a crise e assegurar a realização de atividades que garantam qualidade de vida, entretenimento e a integração entre a nossa comunidade por meio do esporte.

"Graças a esse trabalho colaborativo, esperamos não apenas realizar esse campeonato, mas assegurar que na comparação com anos anteriores, ele valorize ainda mais as equipes participantes e o público presente, com as melhorias que estão sendo feitas no Ginásio, o incremento na premiação dos atletas destaque e o possível sorteio de brindes para os torcedores", finalizou Chico.

Música para os meus ouvidos

Música boa e calma para dar o tom da semana que ora inicia...


domingo, 12 de agosto de 2018

Juntos para fazer mais



Lideranças de Arroio Grande, Jaguarão, Herval e Pelotas se reuniram na manhã de hoje, 11, na Cidade Simpatia, com a finalidade de avaliar questões relativas a corrida eleitoral que se aproxima.

O assunto principal foi a necessidade de preservar ou reconquistar espaços políticos em prol daqueles que mais precisam, bem como alguns passos que deverão ser dados visando conduzir o deputado estadual Zé Nunes (PT) para mais um mandato na Assembleia Legislativa do RS.

Na avaliação dos presentes, além de representar com maestria, conhecimento de causa e entusiasmo nossos municípios, Zé Nunes vem se destacando como um dos deputados mais trabalhadores e qualificados do Parlamento Gaúcho e uma das lideranças políticas mais fortes e aguerridas da tão pouca e, muitas vezes, mal representada Metade Sul.

Segundo avaliaram, Zé Nunes é gente nossa e a garantia de que nossas ideias, pautas, pleitos e projetos continuarão tendo voz, vez e aquele empurrão que precisam ter para entrarem na agenda ou avançarem no plano administrativo em nível estadual.

Além disso, o mandato de Zé Nunes é porta sempre aberta para as lutas, os anseios, os talentos, as celebrações, as potencialidades, as riquezas, como também novos horizontes que vislumbramos no intuito de tornar nossos municípios e a vida de todos nós melhor e mais próspera.

"Zé Nunes é pé no chão, mãos à obra e tem trabalho prestado em todos os municípios que deram a ele um voto de confiança nas urnas em 2014. E quando o trabalho é honesto, bem feito e trás resultados, temos que aplaudir e seguir juntos de novo. Por isso, estamos aqui, derrubando fronteiras e somando forças para continuar bem representados na AL/RS", disse Toninho Veleda, que representou Herval nesse encontro.

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Ato político


O sempre genial e certeiro Juremir Machado da Silva...



Algumas definições eleitorais


O calendário eleitoral vem forçando as definições. Candidaturas estão postas. Henrique Meirelles concorre pelo mercado. Fala economês, tem o carisma de uma estátua e desperta paixões nos banqueiros. Ciro Gomes disputa a presidência pelo sonho de ser presidente. É tão bom de retórica que chega a atemorizar seus correligionários. Se não se controlar, destrói os outros e a si mesmo. Geraldo Alckmin participa da corrida pelo mercado, pelo sonho de ser presidente, por causa das trapalhadas de Aécio Neves e como opção para os que amam o bege. Em entrevista recente jurou que não existe esquema de corrupção do PSDB. O tal Paulo Preto, denunciado como operador tucano, fez carreira solo.
Álvaro Dias é o candidato da Lava Jato.
Quer Sérgio Moro como ministro da Justiça.
Melhor seria, nessa perspectiva, indicá-lo para o STF, onde poderia, quem sabe, reescrever a Constituição.
Dias está convencido de que o principal problema do Brasil é a corrupção, não a desigualdade.
João Amoedo, candidato do Novo, representa o velho neoliberalismo.
Marina Silva é candidata de algo difuso, indefinido, uma rede de preocupações pouco claras. Já representou a ecologia. Desta vez, oscila entre o combate à corrupção e as boas intenções não suficientemente discriminadas. Não fossem as ambições biográficas, ela e Álvaro Dias poderiam estar juntos. Atuam no mesmo registro musical.
Lula é candidato de quem? Pela lei da Ficha Limpa, de ninguém. Mesmo que saia da prisão, dificilmente terá seu registro deferido pelo TSE. No imaginário petista, porém, Lula é o candidato do povo, o que as pesquisas confirmariam. Na percepção dos seus criativos críticos, Lula é candidato de Lula. Cem em cem críticos de Lula, fazendo-se de neutros, garantem que ele se faz de vítima. É uma boa hipótese. Já foi feita a demonstração? Em todo caso, Lula divide o PT. Se Lula, Ciro, Manoela e Boulos encarnam o mesmo campo político, por que não estarão juntos já no primeiro turno? Política é a arte da paciência. Preso, Lula está mais apto a praticar essa arte do que qualquer outro.
Manuela D’Ávila estava com o foco certo: a desigualdade, com viés “racial” e de gênero, é o problema maior a ser enfrentado no Brasil. De quem ela era candidata? Possivelmente de suas utopias. Como vice de Lula, ficará mais perto do que imagina. E Jair Bolsonaro? O capitão é o candidato do senso comum. Num quadro de complexidade, marcado por questões de difícil solução, ele empolga seu público pela pobreza de raciocínio. Há insegurança? Arma todo mundo. A democracia tem a sua dose de caos? Voltemos à ditadura. Perdemos certas referências? Que a vida seja tradicional: casamento é homem com mulher. Homem ganha mais do que mulher? Que fazer? O mercado decide.
Bolsonaro conforta o cidadão médio educado na homofobia, no racismo, no autoritarismo, no sexismo, na xenofobia e na ideia de que as desigualdades sociais são naturais. Num mundo em acelerada mudança, ele se apresenta como o candidato dos “bons velhos tempos” em que tudo era simples, claro e eficiente: família tinha chefe, comunista ia para a cadeia, homossexualismo era doença e autoridade usava farda, dava ordens e punia quem não obedecia. Já era.

terça-feira, 7 de agosto de 2018

Momento poético




O Cão Sem Plumas
(João Cabral de Melo Neto)

A cidade é passada pelo rio
como uma rua
é passada por um cachorro;
uma fruta
por uma espada.
O rio ora lembrava
a língua mansa de um cão
ora o ventre triste de um cão,
ora o outro rio
de aquoso pano sujo
dos olhos de um cão.
Aquele rio
era como um cão sem plumas.
Nada sabia da chuva azul,
da fonte cor-de-rosa,
da água do copo de água,
da água de cântaro,
dos peixes de água,
da brisa na água.
Sabia dos caranguejos
de lodo e ferrugem.
Sabia da lama
como de uma mucosa.
Devia saber dos povos.
Sabia seguramente
da mulher febril que habita as ostras.
Aquele rio
jamais se abre aos peixes,
ao brilho,
à inquietação de faca
que há nos peixes.
Jamais se abre em peixes.


Versos del alma gautia



sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Licença poética




Peço licença uma vez mais para entregar-lhes novas palavras simples e sutis, arrancadas do fundo do baú do meu ser e inspiradas na minha musa imaginária...


Fixei o olhar no céu querendo encontrar a estrela mais faiscante, foi quando surgisses diante de mim, na calçada.

A cada passo teu, acendia uma fagulha no chão, fazendo-te parecer uma constelação.

Uma constelação tão rica e sofisticada quanto aquela que Deus fez, porém ainda mais encantadora por ser obra da graça.

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Papo cabeça

Fernando Haddad: um grande nome não só do PT, mas da boa política brasileira.




PT segue trabalhando em favor do melhor para Herval


Com algumas caras novas e o compromisso de sempre com a boa política, o Partido dos Trabalhadores de Herval se reuniu no final da tarde de ontem (1).

Na pauta, a conjuntura política local, estadual e nacional, além das tarefas administrativas e políticas relativas à organização do partido no âmbito do município.

Na agenda, os preparitivos para recepcionar o deputado federal Dionilso Marcon (um dos deputados que mais trabalha em favor de Herval), nesse próximo sábado no assentamento 18 de maio (próximo a Vila Basílio), bem como a disposição de repetir o bom desempenho petista alcançado nas últimas eleições, quando o PT chegou na frente em Herval nos dois turnos com Dilma, Tarso e Olívio Dutra, que concorreu ao senado.

Na bagagem, além de todo acúmulo político construído pela sigla em nível local nos últimos anos, tanto no legislativo quanto no executivo, o fato do PT ocupar espaços destacados que vem ajudando na governabilidade e na constante conquista de novos investimentos para os hervalenses, tendo em vista que o partido atualmente está no comando da presidência do legislativo municipal e está à frente de duas importantes pastas do governo, educação e planejamento.

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Autorretrato


Tanto sentimento que sinto vontade de te acariciar por dentro. Como a anatomia humana não permite, seguro tua mão, afago tua alma e embalo o teu coração.

Pitada filosófica