sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Momento poético



SIMULTANEIDADE

- Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo! Eu creio em Deus! Deus é um absurdo! Eu vou me matar! Eu quero viver!
- Você é louco?
- Não, sou poeta.




(Mario Quintana)

Um comentário:

jair machado rodrigues disse...

Mário Quintana é meu anjo poeta...bom ler isso, estou assim nos diasd de hoje, mas não sou poeta, sou só mais um ser hummano atormentado com estas dualidades. Quintana é sempre uma ótima postagem meu caro Toninho.
ps. Carinho respeito e abraço.