Sobre o Blog do Toninho

O Blog busca retratar coisas da vida interiorana e do meu interior, numa abordagem que mistura reflexão, notícias, riso, poesia, musicalidade, transcedentalidade e outras "cositas más". Tudo feito com produções próprias, mas também com a reprodução do pensar ou do sentir dos grandes gênios que o país e a humanidade pariram.

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Ato político



Nesses tempos em que os representantes da velha política e do PIG (Partido da Imprensa Golpista) retomam com força a tática de sangrar a golpes de manchete as forças democráticas e progressistas desse imenso país na tentativa de derrotá-las ali na frente, trago aqui um escrito que produzi no idos do ano de 2005. São palavras antigas, mas que continuam atuais...


O PT acabô. Ptlhos voltem pra suas casas, pra debaixo das pontes, pra suas ilusões, pro trabalho nas fazendas e fábricas.

Vocês nunca souberam onde estavam metidos e buscavam o infinito.

Vocês nunca entenderam o valor das pequenas vitórias e preferiram dar o passo maior que a perna.

Vocês nunca engoliram os que estavam do seu lado e queriam conquistar o mundo.

Vocês morreram por suas próprias mãos. Descansem em paz!

Política é coisa pra nós, as elites financeiras, intelectuais e morais.

Refestelam-se os velhos lobos e os urubus... (de todos os lados!)

Acotovelam-se os deformadores de opinião, lambendo a baba dos poderosos;
jogando ao ar palavras da ordem injusta.

Amontoam-se as velhas prostitutas pelos quatro cantos, pregando castidade.

Guerra santa... inquisição; más companhias; contradição; um pouco de tudo, nada; hipocrisia; pirotecnia; mentes insanas; mentiras; execuções sumárias; joio jogado junto ao trigo; intrigas; reputações arranhadas com provas falsas.

Todos pagando o alto preço cobrado pelos desvios ético-políticos cometidos por uns poucos; sonhos roubados; embromações.

Mas a luta de classes continua...

Aqui, ali e acolá ainda se pode ver e viver a vida vertendo, em pleno apelo à morte da história e das lutas organizadas do povo.

De sul a norte, de baixo pra cima, os escultores da obra inacabada, prima, e mãe e filha da boa luta; seguem esculpindo sua história de sonhos, suor, lágrimas e conquistas.

Por aí vão andando, com suas opiniões e arranhões. Atormentados, apedrejados, amantes amorosos da esperança, esperançadores. Penando, pelechando, sustando o susto. Refazendo-se das surras. Garimpando o bom da coisa ruim. Remoendo-se, rememorando-se, recriando-se, reescrevendo-se, reacendendo-se, brasa ardendo em chamas.

Podes crer incrédulo, que a leitura sofrida do borrão desta página há de valer a pena,
porque a alma da brava gente não é pequena, mesmo coberta de lama.

A estrela continua no céu, na terra, nos corações! Brilhando, encantando, guiando as mentes e mãos calejadas.

A opressão continua viva e forte. A coragem de mudar continua sã e salva. A luta continua...


Nenhum comentário:

Hervalenses presentes em encontro do PT de Jaguarão

Neste sábado, 20, participamos de encontro promovido pelo Partido dos Trabalhadores de Jaguarão, o qual contou com a presença do deput...