sexta-feira, 1 de junho de 2012

Não troco o certo pelo duvidoso





O jogo da política em Herval é mesmo algo à flor da pele. Dia desses em plena rua flagrei um bate-papo entre dois adeptos da atual administração em tom de deboche em relação aos adversários. Um se reportava ao “frentão” que está se formando para enfrentar o prefeito dizendo que a aliança desse pessoal fazia lembrar o programa humorístico exibido aos domingos pela tv Globo: “os caras de pau”. O segundo não quis ficar pra trás e emendou: essa junção me trás à lembrança o som de uma velha marchinha de carnaval: “mamãe eu quero mamar”.

Eu já prefiro deixar a paixão exacerbada para os outros e o julgamento para as urnas. Defendo com entusiasmo a continuidade do comando atual da prefeitura, com base não no linchamento moral ou político dos oponentes, mas com a convicção de que não se deve trocar aquilo que vem dando certo. Talvez nunca tivéssemos visualizado tantos investimentos e realizações governamentais como no período desta gestão, e isso não é pouca coisa nem para qualquer um. Alguém ainda duvida? Basta dar uma olhada na vida real que o que digo logo começará a saltar aos olhos. Então, vamos conferir alguns exemplos.

Na educação, todas as escolas foram reformadas e receberam investimentos em novos equipamentos. A frota de transporte escolar também foi toda renovada e antes do final do ano deverá receber o reforço de mais um ônibus escolar grande, fruto de emenda do deputado Fernando Marroni (PT). Na saúde, além do pagamento de dívidas com fornecedores e com o pessoal do PSF deixadas pela administração anterior, foram feitos inúmeros investimentos, entre eles a contratação de novos servidores por meio de concurso público, a aquisição de novos veículos para o transporte de pacientes e uma UTI Móvel, que acaba de chegar ao município. Sem falar nos investimentos previstos, como a construção de uma Unidade de Saúde no bairro Jango.

Na área da assistência social as ações também não faltam. Um dos destaques foi a reforma e modernização do prédio onde hoje funciona o CRAS e a ação da Secretaria em completa sintonia com o SUAS – Sistema Único de Assistência Social, com muita assistência aos necessitados e nada de assistencialismo eleitoreiro. Convém frisar ainda que além do muito que já foi realizado, ainda existe a previsão de incrementar o trabalho nesta área com a implantação dos projetos que preveem a instalação de uma cozinha e de uma padaria comunitárias.

Note o leitor que estou evocando aqui só o aspecto social, sendo que para uma gestão que muitos diziam ter aversão aos pobres esse governo vem se consagrando como um governo que faz muito e faz primeiro para quem mais precisa. Ao contrário de governos do passado que sempre adoraram os pobres no discurso, mas de concreto nada ou muito pouco fizeram em favor deles. Ou então faziam na base do jeitinho, o que contraria todas as leis e os princípios republicanos da transparência, eficiência e impessoalidade. E os números e fatos estão aí, a comprovar o que digo. Só não enxerga quem não quer ou sonha em retomar o poder para fazer sabe se lá o quê.

Tem muita gente que faz política movida apenas pela paixão ou algo menos digno do que ela. Eu tenho o meu lado apaixonado inerente a todo ser humano, porém procuro colocar a razão em pé de igualdade com paixão. Afinal, o jogo político é um jogo semelhante ao futebol. A diferença é que o futebol mexe apenas com o coração enquanto a política mexe com a vida de todos nós. Portanto, como em time que está ganhando não se mexe, torço e vou fazer força para que não se troque o certo pelo duvidoso.


Nenhum comentário: