segunda-feira, 2 de abril de 2012

Viva O Herval!




Este mês de abril marca a passagem dos vinte anos de existência de O Herval. Um veículo de informação que mesmo antes de chegar à “maioridade plena” parece estar suficientemente maduro e seguro de seus propósitos. Isto porque mesmo não abrindo mão de algumas convicções, aprendeu a respeitar e promover as opiniões que vislumbram outro ponto de vista.

É bonito ver O Herval chegar às bancas quinzenalmente. Bonito porque o tratamento gráfico a ele dispensado nos últimos anos o deixou alegre e elegante. Bonito porque o periódico trás de forma corajosa a notícia sobre aquilo que é nosso e nos torna únicos neste “mundão enorme de meu Deus”, pois precisa enfrentar permanentemente inúmeras barreiras, ranços e os riscos em matéria financeira que esta linha editorial tão restrita a uma cidade com poucos leitores e tão apaixonada em termos políticos representa!

Não, nunca falta espaço para uma ou outra notícia de além Herval, mas a imensa maioria dos espaços deste órgão de imprensa é dedicado aos assuntos e acontecimentos da nossa terra, transformando-o em fonte não apenas de notícia, mas de pesquisa para muitos que buscam conhecer a história do nosso município, inclusive sob o olhar acadêmico. Algo magnífico e um exemplo que deveria ser imitado pela nossa rádio comunitária, especialmente porque vivemos num país em que a notícia é uma mercadoria que valoriza demasiadamente a tragédia e é feita quase que exclusivamente para o consumo dos grandes centros urbanos.

Por esses e outros motivos, dou vivas aos abnegados proprietários de O Herval e desejo vida longa a este jornal que, embora nem sempre seja reconhecido como deveria, é um dos maiores motivos de orgulho para nós hervalenses de nascimento ou de coração.



Nenhum comentário: