Sobre o Blog do Toninho

O Blog busca retratar coisas da vida interiorana e do meu interior, numa abordagem que mistura reflexão, notícias, riso, poesia, musicalidade, transcedentalidade e outras "cositas más". Tudo feito com produções próprias, mas também com a reprodução do pensar ou do sentir dos grandes gênios que o país e a humanidade pariram.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Licença poética





Peço licença uma vez mais para trazer à tona novas palavras simples e sutis, arrancadas do fundo do baú do meu ser e inspiradas na minha musa imaginária...



Caibo inteiro na caixinha de conceitos prévios que preparastes para mim.
Não me sobra um só espaço, um só pedaço.
Eu não sou a soma de erros e acertos a que dou vida. Que me dão vida. Absolutamente!

Sou as partes incontáveis em que me esfacelas e divides-me.
Sou o que me defines antecipada, superficial e apressadamente.
Nada mais. Não há o que eu possa tirar nem pôr.

Não sobra nada nem lugar nenhum para mim, para o meu verdadeiro e conturbado eu.
Quando tento escapar um só milímetro dessa caixa de pré-conceitos, de pré-julgamentos...
Sacas logo tuas armas, tuas algemas, te pões a tecer novas armadilhas para me aprisionar no oceano de tuas estouvadas emoções.

Um dia escapo definitivamente.
Um dia morremos ambos afogados nesse mar de amor que nos sufoca.
Um dia criamos asas e viajamos juntos pelos ares do amor que não acorrenta.

Nenhum comentário:

Ato político

O “diabo” nunca mostra sua verdadeira face feia e assustadora. Para atingir seus objetivos macabros, normalmente o mal se apresenta com...