quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Autorretrato


Em meio a tantas tempestades e desafios, a vida me trouxe alguns presentes que fazem valer a pena estar no mundo. Um desses presentes, sem nenhuma dúvida, é esse cara aí que hoje colhe mais uma flor no jardim da existência.

Desde sempre meu parceiro nas horas boas e nos momentos de aperto. Leonino bonito e exibido, de personalidade forte, mas que sabe ser terno e querido como ninguém. Sujeitinho metido a besta que tão cedo já deixou de lado os arroubos de Don Juan, descobriu o bom da vida e vem ensinando que o amor não tem idade e é o melhor que podemos plantar nesse planeta de dores e delícias. 

Parabéns Patrique Veleda, ou Tomaz para os íntimos. Gracias por fazer parte da minha vida, que a vida seja sempre generosa contigo e entre no embalo da tua dança!



Nenhum comentário: