Sobre o Blog do Toninho

O Blog busca retratar coisas da vida interiorana e do meu interior, numa abordagem que mistura reflexão, notícias, riso, poesia, musicalidade, transcedentalidade e outras "cositas más". Tudo feito com produções próprias, mas também com a reprodução do pensar ou do sentir dos grandes gênios que o país e a humanidade pariram.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Presidente da AZONASUL destaca importância do PL para combate ao abigeato

O presidente da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), prefeito do município de Herval, Ildo Sallaberry, destacou durante audiência pública, em Brasília, a importância do Projeto de Lei 6999/2013, de autoria do deputado federal Afonso Hamm (PP), que trata do crime de abigeato e o comércio de carne e outros alimentos sem procedência legal. O evento que debateu sobre o crime de abigeato foi proposto por Hamm e realizado na Comissão de Agricultura.

Durante o evento, Hamm apontou sobre a preocupação no que se refere às perdas econômicas dos produtores (com os roubos e furtos de animais), o abate clandestino e também sobre questões de segurança alimentar e saúde pública, já que a carne sem procedência pode ocasionar diversos riscos à saúde das pessoas.

Na audiência, o presidente da Azonasul argumentou sobre a preocupação dos 23 municípios que integram a entidade em relação aos constantes roubos e furtos de gado na região. Na avaliação de Sallaberry, a proposta legislativa surge como uma resposta às angustias das pessoas lesadas com o crime. “Estamos convictos de que a ideia de penalizar de forma mais rígida os criminosos poderá frear os prejuízos aos criadores dos animais, assim como, para a população em geral, já que se trata de uma questão de segurança alimentar em relação à saúde das pessoas”, disse.

Sallaberry apontou sobre a deficiência que os municípios têm em termos de policiamento e exemplificou que tem delegados que atendem mais de quatro municípios. “Esse tipo de crime está fazendo com que alguns pequenos produtores abandonem suas atividades rurais, devido ao medo que têm de serem vítimas”, lamentou o prefeito ao observar que quando o criminoso vai preso, devido a legislação em vigência, no outro dia já está liberado, colocando novamente em risco às pessoas e também os policiais que o prenderam.

Nenhum comentário:

Música para os meus ouvidos

Viva Cazuza! Viva as canções que tocam as feridas e mostram que a vida é muito mais migalhas, máscaras ou arremedos de vida!