Sobre o Blog do Toninho

O Blog busca retratar coisas da vida interiorana e do meu interior, numa abordagem que mistura reflexão, notícias, riso, poesia, musicalidade, transcedentalidade e outras "cositas más". Tudo feito com produções próprias, mas também com a reprodução do pensar ou do sentir dos grandes gênios que o país e a humanidade pariram.

terça-feira, 27 de maio de 2014

Licença poética



Peço licença novamente para entregar-lhes mais palavras simples e sutis, arrancadas do fundo do baú do meu ser...


Nesses tempos que cifrão vale mais que um coração,
ser e sentir é nada ou caminho para cair em armadilhas.

Então, quero muito amor por mim.
Amor de mãe.
Amor da mãe.
Amor de pai.
Amor do pai.
Amor irmão.
Amor de filho.
Amor dos filhos.
Amor de colega.
Amor de amigo.
Amor de gente anônima.
Amor humano.
Amor Divino.
Amor abençoado por Deus.
Amor que curte.
Amor que compartilha.
Amor pela vida.
Amor que dá vida.
Amor que move.
Amor pelo meu próprio mundo.
Amor por esse mundão.
Amor sem nenhum vintém em troca.
Amor que vem e vai.

Sou poço sem fundo e sem fim de amor.
Todavia, a vida anda, dá voltas e ensina.

Enfarei de amor vazio ou de mentira.
Amor de mulher que amarra, amarga e solta
só me fez mal, não creio nem quero nunca mais!


Nenhum comentário:

Música para os meus ouvidos

Viva Cazuza! Viva as canções que tocam as feridas e mostram que a vida é muito mais migalhas, máscaras ou arremedos de vida!