Sobre o Blog do Toninho

O Blog busca retratar coisas da vida interiorana e do meu interior, numa abordagem que mistura reflexão, notícias, riso, poesia, musicalidade, transcedentalidade e outras "cositas más". Tudo feito com produções próprias, mas também com a reprodução do pensar ou do sentir dos grandes gênios que o país e a humanidade pariram.

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Parabéns e obrigado!!!



Para mim a organização competente de um evento é semelhante a um bom árbitro de futebol: está presente em todos os lances, mas não aparece mais que os jogadores ou as torcidas.
Esta foi a minha sensação em relação à organização da 24ª FEJUNAHE e 2ª Feira de Artesanato e Produtos da Agricultura Familiar, transcorrida entre os dias 23 e 26 de junho. Um evento no qual a mão dos organizadores pôde ser notada nos mais diversos momentos, porém sem a pretensão de aparecer mais que o público, expositores e artistas da festa.
Outro ponto que merece destaque é a estrutura de primeira montada para o evento. Uma estrutura de dar orgulho de ser hervalense, seja pelo seu porte, seja pelo conforto que trouxe a todos que prestigiaram esta edição da FEJUNAHE, festividade tradicional de Herval, “nascida na década de 80 depois que um grupo de amigos resolveu criar uma festa em homenagem ao padroeiro do município, São João Batista, que tivesse um caráter beneficente”.
Além da qualidade dos shows e demais atrativos, outro ponto alto da festa foi a gratuidade do acesso ao público à estrutura do evento. Se evento de qualidade já é bom, evento de qualidade e com acesso gratuito é melhor ainda, além de demonstrar a sensibilidade do poder público em relação ao fato de que a maior parte da nossa população, por viver em situação de extrema limitação financeira, teria dificuldade de pagar mesmo um valor simbólico para entrar na festa, o que provavelmente ofuscaria seu brilho e concorreria para diminuir o seu sucesso.
Por tudo isso, parabéns aos organizadores pela coragem de não transformar a FEJUNAHE em palanque político da administração e obrigado pela qualidade deste evento que, repito, nos deu orgulho de ser hervalenses.

Nenhum comentário:

Momento poético

A FALTA QUE AMA Entre areia, sol e grama o que se esquiva se dá, enquanto a falta que ama procura alguém que não ...