Sobre o Blog do Toninho

O Blog busca retratar coisas da vida interiorana e do meu interior, numa abordagem que mistura reflexão, notícias, riso, poesia, musicalidade, transcedentalidade e outras "cositas más". Tudo feito com produções próprias, mas também com a reprodução do pensar ou do sentir dos grandes gênios que o país e a humanidade pariram.

segunda-feira, 22 de julho de 2019

Valorizar os diferentes é o que faz a diferença




Em muitos aspectos, sempre comparo a política ao futebol. Assim como no futebol, entendo que na política e na administração pública é preciso mesclar experiência com juventude; renovação com preservação das raízes; craques com “carregadores de piano”; defesa com ataque; paciência com ousadia; intensidade com precisão; força com moderação; pés no chão com o olhar distante nas estrelas... No momento atual da administração local, identifico esse “contraponto” com mais força em dois personagens: André Luiz Pereira, Coordenador de Relações Comunitárias, simbolizando o “sangue novo” e Chico dos Santos, secretário de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, representando o time dos “cascudos” na vida pública.

Com perfil empreendedor e sem nenhuma vivência anterior na luta partidária e na esfera pública, André tem atuado bastante nos bastidores e dado uma contribuição importante no intuito do governo acertar o passo e/ou intensificar o ritmo. Em pouco mais de um ano na prefeitura, além de várias outras propostas e iniciativas que não são percebidas pelo olhar do público, já colaborou nos trabalhos que vou elencar a seguir.

Diálogo com o comércio local, a partir da parceria firmada entre prefeitura e a ACIAS, possibilitando a colocação de mais de 100 (cem) placas com a indicação dos nomes das ruas da cidade. Proposta de reconfiguração do organograma dos cargos e funções em Comissão da Administração Municipal. Proposta de criação de um órgão para fazer o gerenciamento de todos os veículos da administração municipal. Sugestão de articulação junto às empresas florestais, objetivando a criação de uma rota alternativa para o tráfego dos caminhões de grande porte que fazem o transporte de madeiras oriundas das florestas cultivadas em Herval e municípios vizinhos. Articulação junto a pessoas e lideranças comunitárias, visando à reativação das Associações de Bairros de nossa cidade.

Cito ainda o trabalho político objetivando o empréstimo de uma roçadeira lateral junto ao DAER e de doação de um veículo leve, pedido que se encontra em fase de tramitação na Secretaria Estadual de Planejamento, Orçamento e Gestão. Articulação para a vinda a Herval do Secretário Executivo do Ministério da Saúde, Otávio D’Ávila, abrindo as portas para novos investimentos na Estratégia de Saúde da Família. Viagem a Porto Alegre, acompanhando o então prefeito em exercício e o secretário de planejamento, para encaminhar pleitos e demandas do município. Entrega de documento ao deputado federal Daniel Trzeciak e o deputado estadual Luiz Henrique Viana, solicitando apoio para obter recursos destinados à recuperação de espaços públicos e o investimento em obras de infraestrutura da nossa cidade.

Chico, por sua vez, dispensa apresentações. Natural de Pedro Osório e com raízes profundas em nossa terra, se tornou uma das figuras mais apaixonadas e dedicadas ao progresso político e administrativo do nosso município que já se teve notícias. Ele já andou bastante por esse mundo, sendo forjado desde cedo nas coisas e querelas da luta partidária. Antes de chegar a um alto posto no Executivo Municipal, já atuou como dirigente partidário, como assessor parlamentar em nível municipal e nacional e logrou respeito no meio artístico da região, por suas concepções e feitos em termos de produção artística e cultural.

Na gestão municipal, primeiro como Assessor Para Políticas de Cidadania Artística e Cultural e, desde 2018, como comandante da SCTEL, Chico tem feito uma verdadeira revolução à frente desta Pasta que, de uma área pouco valorizada, passou a ser o centro das atenções e um dos principais destaques do governo do prefeito Rubem Wilhelnsen. Isso tudo com um quadro de colaboradores tremendamente reduzido e num momento de recursos ainda mais parcos para investir em políticas consideradas não essenciais ou entendidas como não sendo de primeira necessidade. Não vou enumerar aqui as iniciativas que demonstram o que digo, uma vez que elas estão na boca do povo, e também porque meu foco nesse momento é ressaltar o quanto a experiência, desde que prestigiada, é vital em termos de forma e conteúdo na arquitetura de uma administração pública que busca honrar o voto dos cidadãos e cidadãs.

Num país de dimensões continentais, plural e tão diverso como o Brasil, a melhor receita para quem recebe a missão de governar é sempre apostar na mistura, é se apoiar nas diferenças e nos diferentes dispostos a convergirem numa mesma direção, com foco e compromisso com o bem comum. Assim, somando o gás dos novatos com a lucidez daqueles que conhecem os atalhos do caminho, a caminhada ganha mais fôlego e se torna melhor iluminada.


Nenhum comentário:

Ato político

O “diabo” nunca mostra sua verdadeira face feia e assustadora. Para atingir seus objetivos macabros, normalmente o mal se apresenta com...