sexta-feira, 29 de maio de 2009

Boa viagem Jota Vilmar...

“A morte não manda aviso/ E chega sempre certeira/Não perde pulo a traiçoeira/ No seu ataque preciso , já avisava o grande Jayme Caetano Braun.
Pois os trabalhadores em saúde de Herval e os funcionários públicos municipais de um modo geral, foram surpreendidos ontem (28/5), pelo súbito falecimento do extraordinário José Vilmar Correa Costa ou Maragato ou Jota Vilmar, como eu preferia nomeá-lo.
Motorista, grande profissional, sempre a postos, não medindo horário, esforços nem distâncias na sua tarefa generosa de colaborar para aliviar a dor da doença ou mesmo salvar vidas alheias...
Ser humano magnífico, sempre prestativo e atencioso com todos.

Se o pagamento da diária de viagem atrasava, não tinha importância, o “Jota Vilmar” continuava ali, firme, com o mesmo empenho e dedicação ao trabalho que sempre teve...
Se a Secretaria não dispunha de veículo com o fim de trazer um doente para atendimento no Posto de Saúde, lá ia o Jota Vilmar sem fazer alarde, na cidade ou no campo, a bordo do seu fusquinha movido pelo amor a camiseta e pela solidariedade com a dor dos outros...
Se um colega estivesse precisando de uma forcinha, lá estava ele alegre e contente de mãos estendidas e a mente aberta para auxiliar...
Morreu do coração, ele que tinha o coração maior que este mundo de mesquinharias, vaidades e truculências em que vivemos.

Obrigado Jota Vilmar pelo teu exemplo de profissionalismo.
Obrigado Jota Vilmar pela tua incrível e discreta lição de amor ao próximo.
Obrigado por teres nos apontado um bom caminho para andar nesta curta e turbulenta viagem terrena.
Obrigado por teres existido.
Que Deus ilumine a tua estrada na vida que se abre com o término desta vida!!!

Nenhum comentário:

Para pensar

Todo mundo, alguém, qualquer um e ninguém Esta é uma história de quatro pessoas: TODO MUNDO, ALGUÉM, QUALQUER UM e NINGUÉM. Havi...