quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Versos para os olhos



Compartilho com vocês uns versos da professora Gládis Soares, a quem nutro uma profunda admiração.




Olhos azuis de um tom profundo
Não há no mundo, maior ternura
Olhar divino do Senhor na Cruz
Olhar de Jesus por toda a Criatura.

Olhos pretos cheios de paixão
Falam ao coração de um jeito quente
Olhar de amor, olhar fulminante
Súplica constante e de amor ardente.

Olhos verdes da cor da Natureza
De tanta beleza, da cor deste Pampa
Olhar que estampa pureza e magia
Olhar de alegria, onde a paixão acampa.

Olhos castanhos, gene dominante
Olhar constante de amor e paz
Promessa de futuro e de aconchego
De eterno sossego que nos satisfaz.

Olhos da minha mãe, esverdeados, profundos
Olhando o mundo, com trabalho e coragem
Ao fim de sua vida, seu olhar com tristeza
Humilde beleza, deixando a mensagem.

Nenhum comentário:

Para pensar

Todo mundo, alguém, qualquer um e ninguém Esta é uma história de quatro pessoas: TODO MUNDO, ALGUÉM, QUALQUER UM e NINGUÉM. Havi...