O Blog busca retratar coisas da vida interiorana e do meu interior, numa abordagem que mistura reflexão, notícias, riso, poesia, musicalidade, transcedentalidade e outras cositas más. Tudo feito com produções próprias, mas também com a reprodução do pensar ou do sentir dos grandes gênios que o país e a humanidade pariram.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Cenas da vida inventada




A verdade dos números




Todos sabem que sempre me dei melhor com as palavras do que com os números. Não tenho a pretensão de influenciar a opinião de ninguém nem de puxar a brasa para nenhum assado. O fato é que alguns números dizem mais e com mais clareza do que qualquer palavra. O fato é que sempre persegui a verdade e contra a verdade dos números não há argumentos. Outro fato é que mais do quem um militante político, sempre busquei analisar e trazer à público os ditos e feitos da administração pública, o que venho fazendo pelo menos desde o ano de 2000 e para além do aspecto meramente partidário. É com esse olhar e com essa responsabilidade que considero importante lançar um breve comparativo entre a antiga e a atual administração municipal.

Segundo dados oficiais da contabilidade da prefeitura, o governo anterior do município investiu apenas cerca de R$ 1,5 milhões em compras no comércio local. O governo atual investiu praticamente o dobro: mais de R$ 2,8 milhões em compras no comércio local. O governo anterior tentou acabar com a lei do vale-alimentação do funcionalismo, com o envio de projeto de lei ao Legislativo que buscava alcançar esse intento. O governo atual manteve a "lei do vale" e já no primeiro ano retomou o pagamento do vale-refeição, beneficiando atualmente os 311 servidores municipais efetivos.

Mais alguns dados oficias que merecem comparação: a administração municipal, entre os anos de 2005 a 2008, concedeu auxílios assistenciais para apenas 558 pessoas. Já no governo em curso foram concedidos auxílios, através da Secretaria de Assistência Social,   para mais de 1060 pessoas num investimento de mais de R$ 210 mil. A administração anterior gastou mais de R$ 1,4 milhões em combustíveis. O governo atual ampliou consideravelmente a frota de máquinas e veículos (são mais de 20 novos veículos e máquinas) e mesmo assim gastou pouco mais de R$ 1,2 milhões em combustíveis na comparação com o mesmo período da gestão passada, com a implantação do cartão combustível. Além disso, o governo anterior aplicou apenas R$ 410 mil na compra de medicamentos enquanto o governo atual investiu mais de R$ 600 mil na compra de medicamentos.

Não obstante, a importância dos dados comparativos lançados acima; penso que o dado mais importante é que o governo que passou deixou a prefeitura estacionada no Cadin durante praticamente os quatro anos, fazendo nosso município perder muitos milhões em investimentos federais. O governo atual, por sua vez, retirou o município do Cadin logo nos primeiros meses do governo, o que permitiu até o momento a conquista de mais de R$ 15 milhões junto aos governos federal e estadual, entre investimentos realizados, em andamento ou que já estão assegurados para chegar.

Diante do exposto, reitero que minha intenção não é influenciar a escolha de ninguém nem estou movido por fins ou interesses menores, já que minha postura foi sempre de analista dos passos políticos e, sobretudo, do desempenho administrativo de diferentes administrações. Deixo apenas o alerta sobre a importância do nosso município seguir avançando no rumo do desenvolvimento e da melhoria da qualidade de vida de todos os hervalenses. Pra frente é que se anda e não há blá blá blá que derrube a verdade dos números ou a vontade de um povo que quer e precisa de dias cada vez melhores.


terça-feira, 25 de setembro de 2012

Momento poético





CONFISSÃO

Que esta minha paz e este meu amado silêncio
Não iludam a ninguém
Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta
Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios
Acho-me relativamente feliz
Porque nada de exterior me acontece...
Mas,
Em mim, na minha alma,
Pressinto que vou ter um terremoto!



segunda-feira, 24 de setembro de 2012

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Autorretrato


Yo e o companheiro Chico novamente. Desta feita, chegando ao debate no qual a verdade desbancou a mentira e a desfaçatez.


Altas conexões





quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Em time que está ganhando não se mexe!




Todos sabem o quanto gosto de futebol. Todos sabem também que sou gremista de fé e coração: não nego nem me entrego.

Pois a política, em muitos aspectos, se parece com uma partida de futebol.

No futebol, principalmente em solo brasileiro, a gente tende a ficar encantado com aquele jogador cheio de ginga, que dribla todo mundo, que enfeita todas as jogadas, que joga pra torcida.

Na política não é diferente. Muita gente prefere se deixar seduzir pelo político bom de papo, com promessas de soluções mágicas para tudo, escorregadio, mas que nem sempre joga pro time e ainda perde muitas jogadas na cara do gol. Políticos que falam mais do que fazem, que no momento exato de definir o lance costumam perder a bola ou chutar para fora, frente a frente com a goleira.

Herval hoje é comandado por um cara que talvez não seja o rei do drible, da firula, da marra. Mas não se pode negar que o cara é artilheiro, é um centroavante matador, ao estilo Romário, Ronaldo Fenômeno e tantos outros craques do arremate final.

Foi isso que fez nosso município virar o jogo que vínhamos perdendo de goleada. É isso que vem nos fazendo marcar gols como nunca marcamos antes. É isso que nos dá a certeza de que podemos continuar na frente do placar e festejando muitas vitórias e grandes conquistas.

A principal diferença da política para o futebol, é que o futebol mexe apenas com a paixão. Já a política mexe com a vida de todos nós.

Em time que está ganhando não se mexe. Além disso, um time pode até jogar bonito e encher os olhos da torcida, mas aquele que decide é o grande “matador”. Ele pode não aparecer muito nem fazer lances de efeito, contudo está no lugar certo na hora exata para concluir com precisão e correr pro abraço, fazendo golaços que melhoram a vida de todos, principalmente daqueles que mais precisam.

Quando se fala em grande artilheiro, Herval já tem um nome de peso e destaque. E quando se tem esse privilégio não convém deixá-lo de lado para escalar algum fominha; que dribla, dribla, mas não sabe jogar em equipe nem empurrar a bola para as redes.

Na política, assim como no futebol, as conquistas só merecem aplauso quando são suadas e de todos, e não quando servem para empanturrar a poucos ou para o brilho de alguém que se acha mais iluminado que os outros. As conquistas não podem parar e para que elas possam ir mais longe o jeito é deixar o cara continuar comandando a equipe e estufando as redes!


terça-feira, 11 de setembro de 2012

Licença poética




Peço licença novamente para entregar-lhes mais palavras simples e sutis, arrancadas do fundo do baú do meu ser...

Já não quero nada nem sei quem sou...

Sinto falta da minha infância.
Sinto falta de um futuro esperado que ficou pra trás.
Sinto falta de ti, de tudo que é vivo e se move,
de algo que nunca irei alcançar, de alguém que jamais serei,
de um ser de carne e osso que nunca irei cativar.

Queria paz e cumplicidade...
Tudo que encontrei foi ansiedade e incompreensão e
essa sensação de que falo uma língua estranha ou inconveniente.

Queria alegria e leveza...
Tudo que logrei conquistar foi dor, deserto, insensatez
e um enorme desprezo por mim mesmo.

Queria o mar e morri na praia, afogado na maré de ilusões.
Queria o mel e fui tragado pelo amargo das promessas
não cumpridas.
Queria o céu e vivo em brancas nuvens e sequer sei quem sou.
Queria o amor e só me resta a raiva pelo tempo perdido e
essa vontade de vomitar minha alma escura e sem vida.


segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Música para os meus ouvidos


Música boa definitivamente não é o forte da nossa tv aberta, sempre com a mente tão fechada. Quantos de vocês que miram este cantinho no mundão virtual já tiveram a chance de espiar na telinha os encantos musicais dessa musa chamada Mariana Aydar?

Um dia os grandes veículos televisivos vão aprender que o bom e o belo merecem a maior fatia da programação, e não apenas um nada solene ou algum espaço diminuto pra que não se diga que a dor da gente não sai no jornal e o bom não aparece na tela da tv.

Enquanto esse dia não chega, vamos curtir a boa música através do alcance limitado do blog do Toninho...




Ato político



"Ato político" trás hoje uma ponderação importante do sempre presidente Lula sobre o que está em jogo nas disputas eleitorais. Isto é, a disputa entre projetos políticos que são sempre distintos e antagônicos. Entre quem quer seguir em frente ou retroceder em conquistas fruto de trabalho e de uma determinada visão das pessoas e da sociedade como um todo, e não obra do acaso, de promessas de milagres ou de palavras que contrariam os atos .



Eleições municipais e políticas públicas
Por Luiz Inácio Lula da Silva – ex-presidente da República e presidente de Honra do PT


O PT tem princípios, projeto de poder e vontade política. A cada nova eleição, o que está em jogo para nos não é uma simples vitória partidária, mas continuidade e consolidação de um projeto político que consegue conciliar crescimento e distribuição de renda, incluir pessoas, alimentar famintos e inserir o Brasil de forma soberana no cenário internacional.
O Brasil que emergiu do projeto político do PT se configura para o mundo como uma alternativa à política neoliberal que foi dominante até a eclosão da crise financeira internacional, em 2008.
O princípio fundamental é não jogar para os mais pobres a conta do prejuízo causado por um capital financeiro que dominou o mundo, especulou com as economias dos países e ganhou muito dinheiro. Os pobres não lucraram com a especulação e não devem pagar por ela.
A construção de um país mais justo não é apenas o resultado de medidas tomadas pelo governo federal, mas de uma concepção de articulação de políticas públicas que tem como executor primeiro o município. A descentralização dos recursos da Educação, da Saúde, e dos programas de transferência de renda; a articulação das ações de infraestrutura entre os entes federativos, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC); a democratização do acesso de todos os municípios a obras de infraestrutura e aos programas sociais do governo; tudo é parte do projeto petista e de seus aliados.
A conquista de prefeituras é um passo importante para a consolidação de um modo de governar justo, inclusivo e transparente. Por isso é importante levamos par as ruas não simplesmente um pedido de voto. O eleitor deve entender que, com sua escolha, vai referendar um conjunto de políticas públicas que tem melhorado, e pode melhorar ainda mais, as condições de vida da população.
Nessas eleições, vamos discutir política, pois a política é a alma da democracia. Mas vamos também debater políticas públicas, que são instrumentos para transformar um projeto política em realidade.
Os governos petistas avançaram na universalização da saúde, mas um país continental como o Brasil tem de enfrentar sempre novos desafios. O momento eleitoral é ideal para analisar o passado e aprimorar o que fizemos. É a ocasião em que todas as forças da sociedade se mobilizam num grande e democrático debate nacional.

Texto Publicado na revista Linha Direta do PT de São Paulo

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Autorretrato


Yo e as crias do meu coração!

Catando estórias




“Um monge e os seus discípulos iam por uma estrada e, quando passavam por uma ponte, viram um escorpião a ser arrastado pelas águas.
O monge correu pela margem do rio, meteu-se na água e pegou no bichinho com a mão.
Quando o trazia para fora, o escorpião picou-o e, devido à dor, o monge deixou-o cair novamente no rio. Regressou à margem, apanhou um ramo de árvore, adiantou-se outra vez a correr pela margem, entrou no rio, colheu o escorpião com o ramo e salvou-o.
Depois, juntou-se aos seus discípulos na estrada.
Eles tinham assistido a tudo e estavam perplexos e penalizados.
- Mestre, a picada deve estar a doer muito! Porque foi salvar aquele bicho ruim e venenoso? Que se afogasse! Seria um a menos! Veja como ele respondeu à sua ajuda! Picou a mão que o procurava salvar! Não merecia a sua compaixão!
O monge ouviu tranquilamente os comentários e respondeu serenamente:
- Ele agiu conforme a sua natureza, e eu de acordo com a minha.”

Arte nas alturas




quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Momento poético




TOMARA


Que a minha tristeza te convença
Que a saudade não compensa
E que a ausência não dá paz
E o verdadeiro amor de quem se ama
Tece a mesma antiga trama
Que não se desfaz

E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais...

Altas conexões




Com ciência



Como dizia um grande pensador, o sonho da ciência é virar senso comum. Sim, é possível viver sem os preceitos científicos, mas não se pode negar que o rigor científico é importante para iluminar algo que parece misterioso, mágico ou de outro mundo aos olhos de quem enxerga apenas até onde a vista alcança.

A ciência é ferramenta importante, em alguns casos indispensável, para esclarecer questões relativas às causas e consequências das relações ou de determinados comportamentos humanos; acerca daquilo que se refere à origem ou estágio atual do nosso planeta e dos outros seres que o habitam.

A ciência, seguramente, não é a dona da verdade nem capaz de operar feitos maiores do que os do Criador. Na verdade, o papel principal da ciência é desvendar de forma mais apurada e fundamentada o mundo de coisas, obras e leis Divinas que existem e que são muito maiores do que a "nossa vã filosofia possa imaginar". Ou seja, a ciência é um menina ingênua diante de Deus, mas para uma humanidade que ainda se encontra num estágio bastante infantil, ela pode ser uma porta importante para que compreendamos a grandeza de Deus e possamos caminhar em sua direção com passos mais seguros.

Portanto, no meu ponto de vista a ciência não é inimiga da filosofia nem da religião. Ao contrário. A ciência pode e deve andar de mãos dadas com ambas. Afinal, a filosofia indaga, a fé acende e a ciência esclarece. A ciência pode ser um caminho rumo a verdade que liberta ou instrumento que aprisiona, do mesmo modo que a fé cega ou a filosofia insana. Vide a desolação do estupendo Santos Dumont ao ver os aviões que inventou serem usados na guerra.

Diante do exposto, estréia hoje "Com ciência". Um espaço para reproduzir algumas ideias lançadas sob a luz dos preceitos da ciência e que estão disponíveis na internet, esta estrada fantástica que o saber científico fez surgir e que vem pavimentando novas relações, descobertas e controvérsias nesse enorme "mundão de meu Deus".



Quando passam por situação financeira difícil, mulheres procuram homens sensíveis


Não, as mulheres não preferem o “macho man” quando o assunto é dificuldades financeiras. O tipo gentil, “afeminado”, como os atores americanos Zac Efron e Robert Pattinson são os homens preferidos nesses momentos, segundo uma nova pesquisa.
O estudo foi conduzido para ver se preocupações com dinheiro e saúde afetam o tipo de homem que uma mulher acha atraente.
65 mulheres jovens receberam um de três questionários: um projetado para fazer a mulher sentir-se preocupada com suas finanças, outro sobre sua saúde. O terceiro, neutro, incluiu questões sobre a crença no paranormal. Em seguida, elas receberam uma lista de traços de caráter e personalidade e tiveram que escolher aqueles que pertenciam ao seu homem ideal.
Em geral, as mulheres preferiam traços do homem tipo “bom pai”, que significava que elas preferiam os que eram vistos como bons provedores, gentis e amáveis. Aquelas que apresentavam altos níveis de ansiedade sobre suas finanças evitavam homens robustos e mais masculinos, como Sean Bean e Kirk Douglas.
Segundo os pesquisadores, as mulheres com problemas de dinheiro procuram tipos doces, porque eles são vistos como bons provedores que estarão por perto quando a situação ficar difícil.
Por outro lado, as mulheres preocupadas com sua saúde foram mais atraídas para os homens mais fortes e “machistas”. Os cientistas dizem que isso pode ser porque a masculinidade é muitas vezes um sinal de bons genes, que as mulheres gostariam de transmitir aos seus filhos.
O estudo concluiu que há vantagens evolutivas no gosto das mulheres ser flexível: isso permite que elas adaptem suas preferências às rápidas mudanças no ambiente, tais como doença ou fome.[Telegraph] (http://hypescience.com/quando-passam-por-situacao-financeira-dificil-mulheres-procuram-homens-sensiveis/)

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Ele se foi, mas deixou um legado importante!




Os grandes sábios normalmente são os seres mais simples, sem marras ou pretensões de tudo saber ou mudar as coisas de lugar da noite para o dia.

Fernando soube ser genial na sua simplicidade, na sua doçura no trato com os diferentes e as diferenças, na sua convicção de que um mundo mais humano é possível. Não o mundo dos sonhos, dos ideais sem projeto ou sem o pé no chão. O mundo novo que se faz um pouco a cada dia, com as mãos, corações, almas e mentes humanas. Todas elas, e não apenas de alguns pretensos iluminados sem noção e com pouco amor para dar.

Fernando partiu para uma das muitas moradas que existem na casa do meu Pai, mas segue aqui, dentro de cada um de nós que tivemos a felicidade de partilhar um pouco da sua vida ou do seu imenso saber. Fernando se foi, mas seu exemplo de que é preciso persistir na boa luta nunca será esquecido ou apagado.

Fernando rumou para novas lutas, porém as marcas de um homem justo e grandioso seguirão inspirando e desafiando a todos nós que sabemos que para ganhar impulso na construção de uma sociedade melhor e mais feliz às vezes é preciso dar alguns passos para trás ou seguir no mesmo rumo por estradas diferentes!

Fernando deixou esse mundo de desenganos, de verdades transitórias e tolas vaidades. Foi habitar esferas onde viver faz mais sentido e a palavra se aproxima mais do gesto. No entanto, permanece intacto e vivo em nossos corações. 


Até logo sor José Fernando Kieling, grato por ensinar tanto através do exemplo e por ter existido!


Rir é o melhor remédio





Licença poética





Peço licença novamente para entregar-lhes novas palavras simples e sutis, arrancadas do fundo do baú do meu ser e inspiradas na minha musa imaginária...

Teu cheiro é como perfume do campo que atrai e acalma e palpita.
Tua voz é suave como brisa e tão ardente que embriaga.
Tua pele desperta meus sentidos e até o que não faz nenhum sentido, como esse poetar sem destino e sem noção.

Teu corpo atiça e cutuca e deixa embasbacado.
Tua alma é leve como as nuvens ou a plumagem de um passarinho pousado e sem pressa.

Os cerros se curvam diante da tua beleza e minha imaginação se perde nas curvas do teu corpo.
O mar tem inveja da cor dos teus olhos, por isso se derrama em ondas só pra atrair teu olhar.

O ar que respiras exala o misto de céu e cio que inspira minha singela poesia.
Somente teu doce para despertar algum talento em mim e trazer um pouco de alento e mel em meus dias.


Seguidores